No Brasil, cresce a cada ano o número de admiradores do futebol americano. Ao contrário do que muitos pensam, o esporte é essencialmente de estratégia e conquista de territórios. E nada melhor que a mais fantástica jogada de todos os tempos para ilustrar isto. O lance é chamado simplesmente de “The Play (“A Jogada“).

Em 1982, o clássico universitário californiano entre a University of California e Stanford University. Faltavam 53 segundos e California vencia por 19 a 17. Em uma sequência de jogadas fantásticas, comandada pela futura lenda da NFL John Elway, Stanford converteu um “field goal” faltando 4 segundos, passando a liderar por 20 a 19. California só tinha uma chance: receber a bola, atravessar o campo inteiro e pontuar. Isto já aconteceu algumas vezes, é dificílimo, mas não impossível

Então o milagre: California recebeu a bola e sempre que um jogador ia ser derrubado, conseguia a proeza de tocar para um companheiro (pelas regras do esporte, cada jogada só pode ter um passe para frente mas passes na mesma linha ou para trás são permitidos). E isto aconteceu CINCO VEZES!

A jogada é tão inacreditável que a banda do time de Stanford já havia invadido o campo achando que ela tinha acabado, e um músico é atropelado no final da jogada. A jogada é validada, apesar da reclamação de Stanford .

Curiosidade: O trombone destruído foi para o Museu do Futebol Americano Universitário.

The-play

Vejam o vídeo abaixo e tentem imaginar a loucura ao vivo, basta ver a empolgação do narrador:

Postado por Alexandre Perin