Desgraça pouca é bobagem… Depois da tragédia com Antonio Puerta, que acabou o futebol espanhol, da morte do jogador Chaswe Nsofwa, em Israel, de Ray Allen, do Watford inglês e do susto com Clive Clarke, do Leicester City também inglês, mais um atleta morreu esta semana em virtude de problemas cardíacos.

O jogador Jairo Nazareno, do Chimborazo da 2º Divisão do Equador, morreu ontem em virtude de uma parada cardíaca. Ele passou mal depois do jogo contra a Politécnica, foi para um hospital mas não resistiu.

Que coisa absurda, cinco casos em menos de 10 dias!

Postado por Alexandre Perin