Quando Steve McClaren foi indicado como sucessor do multicampeão Sven Goram Eriksson como novo técnico da Seleção Inglesa eu, um fã ardoroso do futebol britânico, comentei com amigos: vai dar caca… Afinal, o ex-assistente técnico de Sir Alex Ferguson no Manchester United  tinha como maiores conquistas ser finalista da Copa da Inglaterra e da Copa da UEFA pelo modesto Middlesbrough. Ficou famoso por fazer uma limonada de limões azedos medianos, mas nunca tinha comandado uma equipe repleta de estrelas, sob intensa pressão da exigente imprensa inglesa.

Deu no que deu: a Inglaterra está fora da Eurocopa de 2008 após a proeza histórica de empatar em 0x0 com a Macedônia em casa, perder uma vez para a Rússia e ser derrotado duas vezes para a Croácia, a última ontem quando só precisava empatar em casa.

Russos e croatas comemoram a vaga para a Euro%272008, enquanto a Inglaterra verá uma competição importante pela TV pela primeira vez desde 1994, quando foi eliminada da Copa do Mundo nas Eliminatórias pela Noruega. McClaren, é claro, foi demitido sumariamente hoje e José Mourinho e Fabio Capello são os nomes mais cogitados.

Ontem, um frangaço do goleiro Scott Carson iniciou o desastre em Wembley, aceitando um chute de longe de Niko Kranjicar. Carson, em seu primeiro jogo oficial pela Seleção Inglesa, foi escolhido de última hora para surpresa de todos. O antigo titular, Paul Robinson, sofreu muitas críticas após um frango incrível no jogo de ida em Zagreb, na derrota de 2×0 para a mesma Croácia. Porém justamente agora Robinson estava recuperando a antiga forma, mas foi inexplicavelmente barrado por McClaren.

Vejam a falha de Robinson no vídeo abaixo:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=GtF9tl5SLdA&w=420&h=315]

Agora olhem o erro de Carson ontem:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=u6dqnu2AZQM&w=420&h=315]

Outro erro do agora ex-treinador da Inglaterra foi simplesmente banir David Beckham da Seleção após a Copa de 2006, mesmo com o antigo capitão tendo atuações memoráveis em sua última temporada no Real Madrid. E justo agora, quando Beckham faz uma aposentadoria milionária ‘jogando’ nos Estados Unidos em jogos amistosos ou de exibição, McClaren ‘pede penico’ e reconvoca Becks.

Ele foi o responsável pela reação inglesa ontem, entrando no intervalo quando a Inglaterra levava 2×0. Bateu a falta que originou o gol de pênalti, cobrado por Frank Lampard (em mais uma atuação vergonhosa pelo ‘English Team’), e deu um cruzamento perfeito para o gol de empate de Peter Crouch. Porém outro chute de longe, de Mladen Petric, aproveitando outra bobeira de Carson, culminou na derrota de 3×2, a eliminação e o fiasco dos criadores do futebol moderno.

Postado por Alexandre Perin