Vocês lembram do Leeds United? O time inglês daquela fictícia proposta de 80 milhões de dólares por Ronaldinho em 2000? Aquela mesma que fez o então presidente gremista José Alberto Guerreiro fazer uma demagógica faixa em inglês e português dizendo: %22Nós não vendemos craques. Por favor, não insista%22. Com as trágicas consequências que todos nós conhecemos…

Pois bem, um dos times de maior torcida na Inglaterra apostou em uma estratégia arriscada: gastou muito para ficar entre os três primeiros e disputar a lucrativa Liga dos Campeões. Chegou a ter 4 das 10 maiores transferências de todos os tempos. Estrelas como Rio Ferdinand, Alan Smith, Lee Bowyer, Robbie Fowler, Harry Kewell, Mark Viduka, Robbie Fowler foram compradas pelo presidente Peter Ridsdale. Uma verdadeira %22roleta-russa%22.

No primeiro ano, deu certo e só parou na semifinal da Liga dos Campeões 2000/01, caindo para o Valencia. Porém ficou em 4º no Inglês dois anos seguidos (que na época não valia vaga na Liga) e a partir daí… Vendeu as estrelas por valores bem inferiores, aumentou as dívidas, afundou em campo. Em 2002/03 foi o 15º colocado e escapou por pouco do rebaixamento. No ano seguinte, não teve jeito: ficou em penúltimo e caiu para a Segunda Divisão.

Vocês acham que isto era o fim? As dívidas cresciam e o time seguia ruim. No ano seguinte, foi muito mal na segundona, 15º. Em 2005/06, uma melhorada: quase subiu, caindo nos playoffs em 5º lugar. Mas em 2006/07 o fundo do poço: o clube entrou em concordata e ainda foi um desastre em campo, caindo para a Terceira Divisão, sendo lanterna e ainda perdendo 10 pontos por estar em concordata.

E como na Inglaterra não é a várzea daqui, o Leeds começou a Terceira Divisão com 15 pontos a menos pelos problemas financeiros… Mais um ano negro? Que nada! O time reagiu em campo e hoje está em 3º lugar. A campanha é fabulosa: 15 vitórias, 2 empates e 2 derrotas, 38 gols pró, 13 gols contra.

Ninguém duvida que o Leeds irá voltar à Segunda Divisão no campo. Como na Inglaterra uma virada de mesa é tão provável quanto francês virar língua oficial, ainda vai demorar mais um tempinho para ele poder voltar à divisão de elite. Sempre no campo. Sempre na bola.

P.S. Sabem quem é o vice-líder na Terceira Divisão? O Nottingham Forest, bicampeão europeu em 78 e 79 e campeão da Copa Intercontinental em 78.

Abaixo um vídeo dos bons tempos de 2000, 2001 (com direito a frango antológico de Dida, nos acréscimos (min 01:33):