Tem coisas que só o futebol faz. É pública e notória a forte rivalidade entre argentinos e ingleses, sobretudo no futebol. Nas Copas de 66, 86, 98 e 2002, jogos dramáticos eliminatórios ficaram marcados para a história. Porém hoje vimos, em um jogo do Campeonato Inglês, torcedores ingleses gritando %22ARGENTINA, ARGENTINA%22 em um estádio de Londres.

1966, Copa do Mundo da Inglaterra. No jogo entre Inglaterra e Argentina, o meia argentino Rattín é expulso e causa um conflito em campo. Depois destes incidentes, é inventado o cartão amarelo e o cartão vermelho no futebol mundial.

1982, América do Sul. Em uma manobra idiota do decadente e moribundo regime militar argentino, milhares de soldados argentinos invadem as Ilhas Falklands no extremo sul do continente, chamadas por nossos vizinhos de Ilhas Malvinas. Contra si, a imponência do Exército Britânico que rapidamente toma as rédeas da questão e em dois meses o conflito termina, com 649 mortos argentinos e 258 da Grã-Bretanha.

Em 1986, Argentina e Inglaterra se enfrentaram nas quartas-de-final da Copa do Mundo do México. Diego Maradona faz um gol com a mão e, depois do jogo diz que foi %22com a mão de Deus%22, causando confusão. Curiosamente, esta semana Maradona pediu desculpas para os ingleses pelo gol irregular feito naquele Mundial, que sagrou a Argentina como campeã daquela Copa.

Neste domingo, o líder e favorito Manchester United fazia uma partida tenebrosa contra o rival Tottenham Hotspur, fora de casa. Perdia por 1×0 e tudo parecia perdido.

Aos 48 minutos e 43 segundos, em um escanteio ofensivo no qual até o goleiro holandês Edwin van der Sar estava na área tentando o gol, o argentino Carlos Tévez (de brilhantes passagens por Boca Juniors, Corinthians e West Ham), fez na raça o gol de empate que manteve um tabu de quase 8 anos sem derrotas para o Tottenham.

Eufóricos, os torcedores do Manchester United, em minoria absoluta no White Hart Lane, cantaram: %22ARGENTINA, ARGENTINA, ARGENTINA%22 para os atônitos rivais.

Detalhe curioso é que o primeiro argentino no futebol britânico foi o ex-craque Osvaldo Ardilles, de bela passagem atuando pelo… Tottenham!

Postado por Argentina