Um dos jogos mais atípicos do ano passado foi Sport 1×5 Internacional, pelo Campeonato Brasileiro. Gol contra, gol olímpico, trapalhadas do péssimo árbitro Djalma Beltrami (sim, ele mesmo da %22Batalha dos Aflitos%22 e de Paulista x Internacional), e uma chuva de gols do visitante sobre o mandante. É exatamente isto que os colorados imaginam repetir na noite de hoje, contra o Sport em Recife pelas quartas-de-final da Copa do Brasil 2008.

Aquela tarde de domingo na Ilha do Retiro foi tão esquisita que até o Pinga fez gol (e olímpico!). O Internacional saiu na frente, levou o empate e depois empilhou gols. Foi o melhor momento do então técnico Alexandre Gallo, que venceria o Atlético-PR no jogo seguinte, levaria 4×1 do Flu na rodada posterior e depois desandou até ser demitido.

Postado por Perin