Edmundo, Djalminha, Paul Gascoigne, `bad-boy`s? Que nada…

Joey Barton, talentoso meia-direita inglês do Newcastle, foi condenado hoje a seis meses de cadeia por agressões brutais a duas pessoas no dia 27 de dezembro do ano passado.  Barton, com um vasto histórico de indisciplina dentro e fora de campo, tomou um porre e cometeu lesões corporais graves em duas pessoas.

Imagens do circuito interno de uma boate de Liverpool pegaram o jogador, seu irmão e sua prima em um incidente muito violento. Barton aparece dando duas dezenas de socos em um homem, além de quebrar o maxilar de um garoto de 16 anos, que nada tinha a ver com a briga em um McDonald`s da cidade inglesa.

A briga começou porque um dos agredidos estava com um grupo de pessoas e provocou Barton e seu irmão. Aos gritos, o grupo falou a respeito do irmão adotivo Michael, que está preso condenado por um assassinato, no qual é acusado de matar um negro por questões raciais. Revoltados e muito embriagados, o trio foi para cima do outro grupo e a discussão virou uma tremenda pancadaria…

 

Barton já havia sido dispensado do Manchester City por agredir o colega Ousmane Dabo com lesões corporais sérias (boatos indicam que ele pegou um taco de golfe e acertou o companheiro). Ele ainda será julgado por este crime e, por não ser primário, deve ser condenado novamente.

Postado por Perin, espantado com a violência do homo sapiens