Barras - Novo fenômeno no Brasil

E assim se encerra a série de matérias sobre o novo momento nos estádios brasileiros: as transformações envolvendo as torcidas organizadas. E como este movimento começou no futebol gaúcho.

O instante no qual que as torcidas modificaram seu jeito de cantar e, principalmente, suas letras.

Que deixaram de torcer para si próprias (no caso, as organizadas) e lembraram que antes de mais nada, torcem para um time. O seu, o meu, o nosso!

Fica claro que estamos em um fenômeno positivo nas arquibancadas.

Sempre acreditei que violência, mesmo verbal, gera mais violência.

Mas também acreditei, e continuo acreditando, que músicas positivas deixam o clima mais saudável nos estádios brasileiros.

SÉRIE COMPLETA – ‘AS BARRAS: UM NOVO JEITO DE TORCER’

Dia 15: “Barras”, parte I – Um novo jeito de torcer

Dia 22: “Barras”, parte II – O resto do Brasil se rende

Dia 23: “Barras”, parte III – A globalização via internet

Dia 23: “Barras”, parte IV – Música pop no futebol baiano