Parabéns aos dirigentes de Grêmio e Internacional!

Após a reunião de hoje, ficou decidido que o Internacional terá direito a 2.700 ingressos para o clássico de domingo.

Para os Colorados, serão 200 cadeiras, 2.400 ingressos de inferior e outras 100 cadeiras para serem distribuídas para dirigentes e conselheiros.

A mesma quantidade será destinada ao Tricolor no clássico do Segundo Turno, dia 28 de setembro. E isto também valerá para os dois confrontos da Copa Sul-Americana 2008, ambos em agosto.

Ano passado sequer tivemos venda de cadeiras, que ficaram para as diretorias dos dois clubes. E se cogitou fortemente de não termos ingressos para torcida adversária, como ocorreu na Argentina recentemente.

Tudo isto em resposta aos incidentes no Beira-Rio em 2006 (final do Gauchão e 1° turno do Brasileirão), quando banheiros foram depredados e até incendiados em larga escala. Incidentes que, como sempre ocorrem neste país, foram de uma impunidade exemplar, sobretudo o caso dos fogo nos banheiros químicos, Brasileiro de 2006.

Mais vergonhoso porque neste caso temos imagens e, com uma mínima vontade dos clubes e da polícia, elementos conhecidos e famosos teriam sido facilmente identificados. Provavelmente medo de que alguns rostos famosos da sociedade de Porto Alegre fossem reconhecidos… 

outros incidentes de natureza semelhante no Olímpico, quando banheiros também foram quebrados, privadas e pias destruídas. O fato de terem sido menos extensivos da depredação ocorrida no estádio do Inter não isenta ninguém de culpa.

Vandalismo é condenável, ou em um termo mais adequado: execrável. Sem discussão. Sem “mas”. Sem perdão.

Felizmente, a civilidade venceu mais uma batalha pela dignidade e não-violência!

E que venha o GreNal!

Postado por Alexandre Perin