Simon: nunca apita bem clássicos no RS

Nunca gosto quando escolhem Carlos Simon para apitar um Gre-Nal. Suas arbitragens em clássicos são totalmente diferentes de jogos de Libertadores ou do Brasileiro.

Quando apita no Gauchão, especialmente o maior clássico do estado, Simon se torna um árbitro previsível e erra demais no aspecto disciplinar. Se este fosse o único referencial (felizmente para ele não é), Simon não deveria nem ser juiz da FIFA, quanto mais indicado para a Copa do Mundo de 2010.

Em clássicos gaúchos, ele prefere acomodar, evita tomar decisões que afetem uma única equipe e sempre só expulsa em caso de escandalosa impossibilidade do contrário (como ocorreu na expulsão de Roger em falta sobre Diego em 2003).

Hoje mais uma vez, Simon foi péssimo. Péssimo. Deixou barato inúmeras faltas violentas no início do jogo (em particular uma de Réver em Nilmar) e só deu o primeiro amarelo do jogo quando Diogo cometeu a 3° falta de amarelo, já aos 43 minutos do 1° tempo.

No segundo tempo, errou feio ao não expulsar Réver no lance contra Nilmar.  Além de deixar Tcheco e D`Alessandro reclamarem o jogo inteiro sem amarelo (D`Alessandro apanhou muito, mas não lhe dá o direito de tentar `apitar` o jogo). Isto sem contar Álvaro, que fez várias faltas e terminou o jogo sem amarelo por reincidência de infrações.

Para completar, o bandeira Marcelo Battiston completou a má arbitragem ao errar feio no lance do gol mal anulado de Jonas. Dois jogadores colorados davam condições ao atacante gremista. quando o jogo estava 1×1. Só o outro bandeirinha, Paulo Conceição, se livrou dos erros de um mau dia para o trio de arbitragem.

Postado por Perin, que não gosta de Simon