Jogadores do Sporting e treinador Paulo Bento: fiasco na Liga

O Bayern de Munique arrasou o Sporting Lisboa nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões 2008/09 por quase inacreditáveis 7×1. Só o marcador seria motivo de orgulho dos alemães, mas somado com o placar da partida anterior fez com que este confronto entrasse na história da competição.

No jogo de ida, o time da Baviera já havia enfiado 5×0, fora de casa, no pobre time da capital portuguesa, virtualmente decidindo o confronto.

No Bayern, o técnico Jurgen Klinsmann reforça sua aposta em um futebol ofensivo, já que normalmente joga com dois centroavantes, algo raríssimo no futebol mundial e já analisado de forma brilhante no Blog Preleção.

Já em Lisboa, a vexatória eliminação do Sporting causou fortes protestos da torcida, exigindo a saída do treinador Paulo Bento e de alguns jogadores do elenco.

O placar agregado de 12×1 foi o maior já registrado em um mata-mata da Liga dos Campeões em todos os tempos. O recorde anterior era um 10×2 do Lyon sobre o Werder Bremen (3×0 fora e 7×2 em casa) na temporada 2004/05. Aliás, o também francês Monaco no ano anterior havia enfiado 8×3 no jogo de volta das quartas-de-final sobre o pobre time de Bremen…

Há dois anos, o atual campeão Manchester United empatou fora de casa com a Roma em 2×2, mas no jogo de volta enfiou históricos 7×1. A maior goleada individual segue sendo o 9×1 do Porto sobre o time de Luxemburgo ainda na fase pré-classificatória, há 17 anos.

Postado por Perin, com dados do I.P.E.