Roth contra a dupla Nilmar & Taison: personagens do Gre-Nal 377

O inesperado clássico GreNal deste domingo, o de número 376 e válido pelas quartas-de-final do Campeonato Gaúcho 2009, 2º turno (Taça Fábio Koff), será decisivo por vários aspectos.

Uma vitória do Internacional elimina o Grêmio do campeonato, e deixa o time da Beira-Rio a duas vitórias, em jogos em casa, de se sagrar bicampeão gaúcho. Um triunfo tricolor tira a invencibilidade colorada no clássico, abre caminho para as finais do Gauchão e ainda dá o ânimo que falta para um time atribulado.

Será a chance de Celso Roth se redimir perante a torcida gremista após seis clássicos sem vitória, incluindo três derrotas consecutivas e uma goleada. Seus inacreditáveis erros na última decisão, do 1º turno, deixaram seu cargo à perigo. Somente as vitórias na Libertadores mantiveram o técnico do Grêmio no cargo. O 4×0 de quinta para o Caxias levou a pressão de volta para a Azenha.

Para piorar, o Grêmio vive uma péssima fase em dois setores. A sempre elogiado defesa tem errado demais no jogo aéreo, sobretudo em lances de bola parada. Foi assim que perdeu os últimos três clássicos.

Já o ataque vive grave crise técnica mesmo com quatro reforços para o setor mais criticado do time em 2008.  Os argentinos Herrera e Máxi López não corresponderam, Alex Mineiro está muito mal enquanto Jonas é o artilheiro do time mas erra muitos gols. Quase fora dos planos, Reinaldo tem tido uma razoável eficiência.

Na temporada, o ataque gremista fez apenas 19 dos 41 gols, sendo que 9 são de Jonas, 4 de Alex Mineiro, 3 de Reinaldo, 2 de Herrera e 1 de Máxi López (o que menos jogou, é verdade). 46%, percentual no máximo razoável.

Para efeito de comparação, o ataque colorado marcou 36 dos 55 gols na temporada 2009: 14 com Taison, 10 com Nilmar, 5 com Alecsandro, 3 com Wálter e Alex (que já foi embora), 1 com Talles Cunha. 65% dos gols, nada mal.

VEJAM TAMBÉM:

Especial GreNal no Almanaque Esportivo: Os clássicos de 1996 a 2009:

2007:
Paulo Nunes, Dinho e um tal Felipão? Deu a lógica! – Brasileirão 1996
Uh, Fabiano: O Gre-Nal do 5×2 – Brasileirão 1997
Ronaldinho e Dunga: Um pirralho e um veterano – Gauchão 1999
Daniel Carvalho e o fim do sofrimento – Gauchão 2003
Fernandão e o gol 1000 – Brasileirão 2004
Quem ri por último, ri melhor – Brasileirão 2007

2008:
Muitos erros do Alício Pena Júnior – Brasileirão 2008
Pênalti sobre Nilmar – Brasileirão 2008
Grêmio não perde no Beira-Rio há quatro anos – Sul-Americana 2008
Treze anos e 46 jogos sem pênaltis para o Inter – Sul-Americana 2008
Últimos pênaltis desperdiçados em Gre-Nais – Sul-Americana 2008
Inter faz maior goleada e quebra tabu no Beira-Rio – Brasileirão 2008
Grêmio tem maior goleada em clássicos – Brasileirão 2008
Inter lidera estatística dos Gre-Nais há 63 anos – Brasileirão 2008

2009:
Inter tem 3 gaúchos em Erechim, Grêmio só 1 – Gauchão 2009
Análise: Gre-Nal número 374 – Gauchão 2009
Nilmar é o “homem Gre-Nal” do século XXI – Gauchão 2009
Grêmio não vence clássico no estadual há sete anos – Gauchão 2009
29 atletas da dupla Gre-Nal já jogaram o clássico – Gauchão 2009
Vejam a bobeira de Ruy em detalhes no 1º gol – Gauchão 2009