Tostão em 66; Paulo Roberto em 93 e Gottardo em 97: Cruzeiro despachou o Grêmio/Montagem TI RBS

Se o Grêmio tem histórica vantagem sobre o São Paulo, o mesmo não ocorre contra o Cruzeiro. O time mineiro, adversário tricolor nesta quarta-feira pelo confronto de ida das semifinais da Copa Libertadores 2009, tem longa história de triunfos sobre o time gremista.

Nos anos 80 e 90, ambas as equipes ficaram famosas pela denominação de “copeiras”, pois conquistaram diversos títulos nacionais e internacionais em mata-matas.  

Hoje eu falo dos `fantasmas` azul-celestes que pairam o Olímpico. Na próxima semana, citarei o excepcional retrospecto gremista em semifinais de Libertadores, sobretudo contra times brasileiros. Aguardem (e não adianta terem chiliques aqui nos comentários, já falei que só semana que vem!).

Os números não mentem: são 24 vitórias cruzeirenses contra 12 gremistas e 13 empates. Em três confrontos mata-mata até hoje na história, o time mineiro superou o gaúcho nas três oportunidades. Pior, em todas se sagrou campeão da competição em questão.

O primeiro confronto decisivo foi na Taça Brasil de 1966 um 0x0 no Olímpico e 2×1 de virada no Mineirão (Vieira para o Grêmio; Marco Antônio e Tostão para o Cruzeiro), Copa do Brasil de 1993 (final),Copa Libertadores de 1997 (quartas-de-final), deu Cruzeiro.

Eu tenho um amigo, colaborador aqui do Blog, que tem raiva histórica do time mineiro. O grande Guilherme Boeira, gremista de quatro costados, odeia em especial o time mineiro por causa do seu retrospecto contra o Grêmio. Para completar, as duas últimas eliminações foram justamente no dia do seu aniversário…

Em 3 de junho de 1993, o Cruzeiro se sagrou campeão da Copa do Brasil ao bater o Grêmio por 2×1, depois de um 0x0 no Olímpico. Com direito a um frangaço histórico do goleiro gremista Eduardo Heuser no Mineirão lotado e encharcado, com o volante Pingo empatando para o Grêmio. Mas um gol de Cleisson (então um jovem atacante, bem diferente do volante carniceiro do final de carreira) logo no início do segundo tempo deu o título para o time da casa. Cruzeiro campeão da Copa do Brasil pela primeira vez. Vejam a matéria:
http://video.globo.com/Portal/videos/cda/player/player.swf


No primeiro jogo das quartas-de-final da Libertadores 1997, 2×0 gols de Elivélton e Alex Mineiro (hoje no Grêmio). Cruzeiro treinado por Paulo Autuori, hoje no adversário, e o Grêmio por Evaristo de Macedo. Logo no primeiro minuto, Alex Mineiro enfiou para Elivélton tocar na saída de Danrlei. Depois, Alex Mineiro ampliou para 2×0, enquanto Dida fez boas defesas. No segundo tempo, nada ocorreu e o placar ficou assim. Vejam matéria da época:

<embed width="480" height="392" flashvars="midiaId=1041360&autoStart=false&width=480&height=392" type="application/x-shockwave-flash" quality="high" src="http:/

Postado por Perin, dizendo que semana que vem tem mais