Hamilton, brilhante em Cingapura.../Mark Baker, AP

Mais uma corrida chata, com poucas ultrapassagens e apenas brilhos individuais de pilotos. Um passeio do campeão Lewis Hamilton, provando que a McLaren é um dos melhores carros para pistas lentas.

Esta semana teremos novidades no mercado de pilotos (a `silly season` está em pleno vapor e vai receber detalhes amanhã). Prova ainda agitada pela possível anulação do GP de Cingapura 2008 por causa do “Crashgate“, o que eu não acho que vai ocorrer.

E a definição de que o campeão sairá no Japão: Button não perde mais, e agora é apenas uma questão matemática. Brilhante entre a primeira e a segunda parada dos boxes, e beneficiado pelo safety car (tal qual Rubinho em Valencia)um pouco antes de sua parada, o inglês abriu.

Agora o campeonato já era, e a Grã-Bretanha será campeã pela 14º vez na história da Fórmula-1. Pessimismo? Não creio: a Brawn só teve um problema mecânico na temporada (com Rubinho, claro) e Button só bateu em uma prova. Precisa de apenas três quartos lugares (e isto se Rubinho vencer todas) para ser campeão. Mera análise estatística…

No circuito de rua em Cingapura ocorreu também o primeiro abandono de Nick Heidfeld em 35 provas consecutivas (recordista absoluto da categoria). Ele não abandonava desde o GP dos EUA em 2007. Vamos aos prêmios?

Lista completa de prêmios aqui:
ALMANAQUE ESPORTIVO – PREMIAÇÕES ESPECIAIS F-1 2009

Troféu “Jim Clark” –  Lewis Hamilton, com uma corrida perfeita desde os treinos. Se recuperou da bobagem em Monza!
Troféu “Rouge & Blanc” – Timo Glock, mostrando muita raça com a instável Toyota. Tem alternado bons e maus momentos, mas merece lugar na categoria.
Troféu “Chris Amon” – Nick Heidfeld, que foi punido por ter um carro mais leve nos treinos (culpa da equipe) e ainda foi atingido por uma manobra inaceitável de Adrian Sutil
Troféu “Fiofó de Ouro” – Para Button, que contou com um safety car e problemas no pit de Barrichello para superar o rival.
Troféu “Didi Mocó Prize For Technical Achievements” – Para a pífia prova da Ferrari, um fiasco desde os treinos. Menção desonrosa para os freios da RBR e STR, que tiveram problemas na mesma roda dianteira direita, e para mais uma prova podre do Romain Grosjean
Troféu “Porquê Eu Não Fiquei Com Minha Boca Fechada” – Para tanta badalação sobre a decepcionante entrevista de Nélson Piquet no Fantástico. Aham, claro
Troféu “Dick Vigarista” – Para Sutil, que bateu de forma inconsequente em Jaime Alguesuari e Nick Heidfeld, levando uma advertência e 20 mil dólares de multa.

Aliás, sensacional a resposta de Heidfeld indagado sobre uma eventual iniciativa da BMW para Sutil: “Sim, podemos tentar encontrar um cérebro para ele”.

E que venha o GP do Japão sábado que vem!