Tem coisas inadmissíveis no futebol brasileiro, e a Comissão Nacional de Arbitragem é uma das mais patéticas que existem. O árbitro Ricardo Marques Ribeiro (MG), responsável por uma das piores arbitragens da história do futebol brasileiro há pouco mais de um mês no jogo Cruzeiro 1×3 Ipatinga pelas semifinais do Campeonato Mineiro 2009 (vejam aqui a matéria da época), foi escalado para apitar Santos 1×1 Ceará, hoje pelo Campeonato Brasileiro 2010. Vejam os lances ridículos daquela tarde.

E adivinhem? Teve mais uma arbitragem ridícula! A atuação dele, e do bandeirinha Márcio Eustáquio Sousa Santiago, foi deprimente no primeiro tempo. Primeiro, quando o jogo já estava 1×0 para o visitante Ceará, o bandeirinha anulou um gol do zagueiro Anderson, que cabeceou para as redes mais de 2 metros em condição regular. Seria o 2×0 para o recém promovido time cearense.

Depois inventou um pênalti inexistente de Fabrício em Neymar, que se atirou. Para completar, na cobrança Neymar fez uma paradinha dupla, algo absurdo que nem assim invalidou a cobrança, Santos 1×1 Ceará.

Justiça divina ou não, no segundo tempo o mesmo Neymar em outra cobrança de pênalti (desta vez existente) executou a mesma paradinha ridícula e errou.

Para quem não se lembrou ainda, Ricardo Marques Pereira foi mal na final da Copa do Brasil 2009 no jogo Internacional 2×2 Corinthians. Os dois primeiros gols do jogo ocorreram imediatamente após faltas em jogadores colorados.

No primeiro, Jorge Henrique atingiu Índio, que ficou fora do lance do gol marcado pelo próprio Jorge Henrique. E no segundo, D’Alessandro sofreu falta frontal, não marcada, e no contra-ataque saiu o gol de André Santos.

Mais do que eventuais erros, o que não se entende é como um juiz suspenso por insuficiência técnica em um jogo do ESTADUAL há menos de um mês é ‘premiado‘ apitando jogo da Série A?

O senhor Ricardo Marques Pereira, prepotente como boa parte dos árbitros e fraco tecnicamente como a maioria, deveria recomeçar tudo apitando a Série C do Brasileirão.

Que só começa em agosto.