Muitos me perguntaram porque não citei os comerciais da Quilmes mais famosos no meu post de algumas semanas sobre grandes comerciais de futebol. O motivo foi simples: só iria colocar os fabulosos comerciais argentinos se visse um comercial sobre futebol de qualidade feito pela extremamente criativa indústria publicitária brasileira, mas habitualmente medíocre em comerciais de futebol. Basta ver as últimas campanhas de cervejarias, repletas de clichês de mau gosto…

Até que enfim isto ocorreu. A Vivo fez um comercial extremamente bonito envolvendo o maior jogador da história do futebol e um fictício “gol final pela Seleção Brasileira”. Pois sim, é do moço de Três Corações que falamos!

Pelé em um fictício jogo contra a Argentina no Morumbi, com 70 anos, repleto de participações especiais. Fernando Meirelles, o premiado diretor de “Central do Brasil” e “O Jardineiro Fiel“, assina a produção deste comercial de oito minutos, bem feito até nos detalhes mais singelos.

Vejam e se emocionem com “1284 – O último gol de Pelé”:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=GF3x6UmOfS0&w=480&h=385]

Impressiona a dramaticidade do “Bendito Seja“, talvez o melhor e mais famoso de todos (e já copiado por quase todas as torcidas do Brasil). Comercial da Quilmes para o Mundial de 2006 (feito antes da eliminação nas penalidades contra a Alemanha):

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=44OwOxUbgos&w=480&h=385]

Com a criatividade do “Argentinos“, também da Quilmes para o Mundial de 2010:

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=bvntgtz9aXo]

E eu nem vou citar o discutível (no ponto de vista não-argentino) “Gentes del Mondo”, também da Quilmes:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=Pw7uor392dY&w=480&h=385]