Select Page

Mês: julho 2010

GRE-NAL 382: Todos os clássicos de reservas e outras estatísticas

Ao ler a bela matéria da Ana Acker “Raio-X dos últimos 10 Gre-Nais: veja como foram os confrontos”, fui instigado pela dificuldade de escrever um pouco sobre o Gre-Nal 382 deste domingo. O duelo no Beira-Rio terá o encontro de time titular do Grêmio contra reserva do Internacional, algo bem comum nos últimos anos. Com a priorização de confrontos pela Copa do Brasil e especialmente Libertadores, tivemos os seguintes jogos: Grêmio 1×4 Internacional, Gauchão 1994 – Ambos com reservas Grêmio 2×0 Internacional, Gauchão 1995 – Inter com reservas, Grêmio com time misto Internacional 1×1 Grêmio , Gauchão 1995 – Grêmio com time misto, poupando a maioria dos titulares. Grêmio 2×1 Internacional, Gauchão 1995 – Grêmio com time misto, poupando a maioria dos titulares. Grêmio 0x0 Internacional, Gauchão 1997 – Ambos com reservas Internacional 0x0 Grêmio , Brasileirão 2006 – Inter com reservas. Internacional 1×1 Grêmio , Sul-Americana 2008 – Grêmio com reservas. Grêmio 2×2 Internacional, Sul-Americana 2008 – Grêmio com reservas. Curiosamente, o time que jogou com os titulares contra os reservas só venceu uma vez, em 1995 quando todos anunciavam um jogo de reservas e, na última hora, o Grêmio escalou alguns titulares e outros entraram no decorrer da partida. Um nó tático do Felipão no Abel Braga.  Um ponto a considerar foi o Gre-Nal do 1º turno do Brasileirão 2007, quando o Grêmio bateu o Inter em pleno Beira-Rio por 2×0. Naquele jogo o Grêmio entrou com...

Leia Mais

O que você faria se dois caminhões de 4 toneladas viessem em sua direção?

Este aí continuou filmando! Vejam as imagens do acidente de domingo na Fórmula Truck em Interlagos, filmadas por um cinegrafista amador: [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=R7QBAZCVfGw&w=480&h=385] Por isto que eu repito o que eu disse para minha esposa SEGUNDOS antes do acidente: não gostaria de depender da segurança dos autódromos brasileiros para escapar ileso em uma batida da Fórmula...

Leia Mais

Ontem não foi o dia do automobilismo brasileiro: acidente na F-Truck e roubalheira na F-Indy

Definitivamente o automobilismo brasileiro teve um dia esquecível em 25 de julho de 2010. Depois da vergonheira na Fórmula-1, envolvendo o brasileiro Felipe Massa, dois outros incidentes sérios ocorreram ao longo do dia em categorias diferentes, uma no Brasil e a outra no Canadá. Primeiro um acidente espetacular na F-Truck, que felizmente não causou nenhuma tragédia e confirmou a segurança das cabines dos pilotos dos caminhões de quatro toneladas. Depois uma escandalosa decisão dos comissários de pista tirou uma justa vitória do brasileiro Hélio CastroNeves no GP de Edmonton pela F-Indy. O acidente da F-Truck, uma categoria que eu normalmente não assisto, foi mais assustador que qualquer outra coisa. Na corrida disputada em Interlagos, no “S do Senna” Bruno Junqueira foi tocado por trás e decolou sobre o caminhão de Diumar Bueno. O caminhão de Junqueira simplesmente separou a cabine do chassis de Diumarantes de capotar e ficar ao contrário. Instantes após o acidente, ele rápido dos destroços de sua cabine, que capotou algumas vezes após ser solta do chassis e acenou para o público, mostrando que estava bem. Já Bruno Junqueira ainda ficou alguns instantes sendo atendido e foi enfim retirado dos destroços, sem lesões sérias. Vejam as cenas: [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=ckQrm7CQ8cQ&w=480&h=385] Ridícula, infelizmente, a participação de um repórter que fez a pergunta: “Este foi o acidente mais sério da sua carreira, Bruno?” cerca de 30 segundos após este ser...

Leia Mais

GP DA ALEMANHA: Hoje não… Hoje não… Hoje sim… DE NOVO!

Fernando Alonso venceu pela segunda vez na temporada (a 1° foi na corrida de abertura da temporada), em mais um GP de Fórmula-1 marcado pela polêmica. Uma escandalosa ordem de equipe para Felipe Massa deixar Alonso passar na volta 49°, abriu caminho para a vitória do espanhol. Em terceiro Sebastien Vettel que jogou fora a vitória após uma largada ridícula na qual saiu devagar e ainda espremeu perigosamente Alonso no muro, perdendo a posição para os dois da Ferrari. A corrida transcorreu em vários tons de monotonia e teve pouca emoção, mas com quatro pilotos se esforçando depois de duplos acidentes envolvendo as duas Toro Rosso e as duas Force India, uma batendo na outra e todos permanecendo na prova. Rubens Barrichello se atrapalhou na largada e depois não conseguiu superar os carros à sua frente, terminando fora dos pontos depois de duas ótimas corridas. Já o líder do campeonato Lewis Hamilton fez uma boa prova e chegou em quarto, seu máximo possível diante das circunstâncias. Foi beneficiado pela péssima prova de Mark Webber, que chegou em sexto, e pelo desempenho mediano de Jenson Button. Os dois da McLaren seguem na frente. Fim do assunto da corrida, vamos a polêmica. Achei estranhíssimo selecionarem um trecho do Alonso quase inaudível, pois normalmente escolhem comunicações do engenheiro para o piloto. Quando ele falou eu pensei ter ouvido o ‘it’s ridiculous’. Tive...

Leia Mais

Drenagem do Olímpico padece com chuvas em Porto Alegre

A imagem mais importante do jogo Grêmio 1×1 Vasco da Gama, nesta quarta-feira pelo Campeonato Brasileiro, foi a chuva que castigou o gramado do estádio Olímpico. Choveu 23 mm nas 12 horas anteriores ao término do jogo, em um dia complicado para os portoalegrenses. Ontem falarmos da drenagem colorada, que suportou 21mm de chuva nas 12 horas anteriores ao término do jogo Internacional 2×1 Ceará, domingo pelo Campeonato Brasileiro 2010. Importante ressaltar que o Grêmio deve começar, em agosto, as obras da Grêmio Arena, e está apenas mantendo o Olímpico sem maiores investimentos até o término das obras, provavelmente em 2013. Já o Beira-Rio está sendo reformado para sediar o Mundial de 2014 em Porto Alegre, e a reforma do sistema de drenagem foi um dos aspectos considerados. OBS: Os dados meteorológicos foram medidos na estação de meteorologia do grupo RBS, situada no prédio da Zero...

Leia Mais