No momento mais espetacular do futebol holandês neste século, o PSV enfiou uma inacreditável goleada de 10 a 0 sobre o todo-poderoso Feyenoord. Imaginem um São Paulo 10 x 0 Santos, ou mesmo um Flamengo 10 x 0 Vasco da Gama. Pois foi exatamente o que ocorreu neste domingo, 24 de outubro de 2010 no Phillps Stadion, em Eindhoven na Holanda.

Goleada histórica do PSV sobre o Feyenoord (Foto: reprodução De Telegraaf)

Time de segunda maior torcida na Holanda, a equipe de Roterdã levou 1×0 no primeiro tempo, gol do brazuca Jonathan Reis (desconhecido por aqui, formado no Atlético-MG e com rápida passagem pelo Tupi-MG) e viu sua vida facilitada após a expulsão de Kelvin Leerdam aos 34 minutos. Ibrahim Afeellay ampliou ainda na etapa inicial, 2×0.

No segundo tempo a tragédia se consumou: o PSV fez oito gols com Jonathan Reis (mais 2), Jeremain Lens (2), Balazs Dzsudzsak (2), Ola Toivonen e Orlando Engelaar. O décimo, de Lens, foi o mais comemorado. Compacto:


[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=GKKQhNb1wKY&w=540&h=385]

A abjeta atuação no segundo tempo deverá derrubar a estrutura do jovem time do Feyenoord, que está com dificuldades financeiras e técnicas nesta década, uma das piores do clube. Este ano o time corre risco de rebaixamento. E provavelmente deverá derrubar o técnico Mario Been, já muito criticado pela patética campanha na habitualmente fraca Eredivise. O Feyenoord já vinha mal e agora está na zona de rebaixamento com oito pontos em dez jogos.

A maior goleada sofrida pelo Feyenoord superou o emblemático 8×2 do Ajax em setembro de 1983. Ela já causou a primeira vítima: o site do Feyenoord está fora do ar!

Site do Feyenoord cai após humilhação histórica

O PSV igualou outras vitórias de 10 x 0: a primeira em 1974 sobre o norte-irlandês Ards (em 1974) e a última em 1998 sobre o também holandês Volendam.