Um gol espetacular do meio de campo garantiu a classificação de um time de País de Gales para o jogo mais valioso da história do futebol mundial. O galês Swansea City superou o bicampeão europeu Nottingham Forest, do meu amigão Luís Felipe dos Santos, por 3×1 nos play-offs da Segunda Divisão Inglesa e está na final em Wembley.

Torcida do Swansea comemora dentro de campo a vaga em Wembley - Site oficial do Swansea - http://www.swanseacity.net

Ou seja, segue na luta pela vaga na bilionária Primeira Divisão Inglesa. Está no jogo cujo vencedor recebe, em média, mais de 230 milhões de reais a mais no orçamento da temporada seguinte em relação ao time derrotado. É esta a diferença entre ficar na Segunda Divisão Inglesa e subir para a Premier League.

A decisão do play-off da Championship League. Seu adversário sairá do arquirrival Cardiff City contra o Reading, que se enfrentam amanhã. A decisão é no final do mês em Wembley, normalmente lotado e cuja bilheteria isolada já supera 5 milhões de reais.

No primeiro jogo semana passada, um 0x0 heróico no qual os Swans tiveram um jogador expulso a dois minutos de partida e lutaram contra toda a temível atmosfera do City Ground e da fanática torcida do Forest. O Swansea tenta retornar à divisão de elite depois de quase 30 anos, disputando apenas as temporadas de 81/82 e 82/83. Seria uma ascensão da Quarta Divisão para a Primeira Divisão em exatas seis temporadas.

Os 19.816 torcedores que bateram o recorde do novo Liberty Stadium viram Leon Britton e Stephen Dobbie marcar dois golaços , ainda no primeiro tempo, 2×0 para o Swansea. Robert Earnshaw (curiosamente, galês) descontou para o Nottingham Forest (campeão inglês em 78, europeu em 79 e 80) no final do segundo tempo. O Forest ainda chutou na trave aos 44 da etapa final. Aos 48 minutos, o goleiro Lee Camp foi para o ataque em um escanteio, que não deu em nada.

No rebote, Darren Pratley conduziu em velocidade e chutou do meio de campo, perto da linha lateral, para o gol vazio. Era o gol da classificação, do início de um pandemônio nas arquibancadas e uma sensacional comemoração do treinador Brendan Rodgers, cumprimentando torcedores em uma desabalada carreira. Festa, invasão de campo e gritos de “Estamos indo para Wembley”:

szólj hozzá: Swansea 3-1 Nottingham

VEJA TAMBÉM: