Mais uma vez, a Fórmula-Indy encerra a temporada em tragédia. Repetindo o ocorrido em 1999, quando o talentoso canadense Greg Moore morreu na última corrida da temporada, ontem a vítima foi o britânico Dan Wheldon. Campeão da categoria em 2005, o inglês morreu ainda na pista após seu carro decolar na traseira do veterano Paul Tracy e bater, de cabeça para baixo, no muro externo do oval de Las Vegas.

Tragédia na última corrida de 2011 mata Dan Wheldon - Robert Laberge, AFP

Posso afirmar sem nenhuma dúvida: este foi o acidente mais catastrófico que eu vi em mais de 25 anos acompanhando corridas de automobilismo, seja qual for a categoria.

Um piloto morreu e outros quatorze se envolvem em um acidente de massiva violência na 13º volta das 500, com direito a três decolagens (incluindo a fatal de Wheldon):[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=gVP5BS-jnV0&w=520&h=315]

Reparem que o vídeo acima começa justamente na câmera onboard de Wheldon, que acaba decolando após a redução de velocidade após o acidente à sua frente. Quem aparece capotando é Will Power, sem ferimentos maiores. Um brasileiro, Vitor Meira, se envolveu na batida mas não sofreu ferimentos. Todos os envolvidos: Alex Lloyd, Buddy Rice, Charlie Kimball, Dan Wheldon, Ernesto Viso, J.R. Hildebrand, James Jakes, Jay Howard, Paul Tracy, Pippa Mann, Tomas Scheckter, Townsell Bell, Vítor Meira, Wade Cunningham e Will Power.

Em homenagem, os pilotos que não se envolveram no acidente fizeram 5 voltas de honra para o colega, sob aplausos do público e silêncio dos demais profissionais:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=RycU_YwdKrU&w=560&h=315]

Neste ano, Wheldon, que não correu a temporada regular e participou apenas das 500 milhas de Indianápolis e da fatídica prova em Las Vegas, venceu de maneira espetacular as 500 milhas prova mais famosa do automobilismo mundial.O britânico estava em segundo lugar na última volta das 250 voltas quando o líder, e novato, J.R. Hildebrand bateu na última curva e foi se arrastando pela reta dos boxes. Wheldon passou por ele, que terminou em segundo. Se tornou o primeiro piloto a vencer as 500 milhas liderando apenas uma única volta, a última. Vejam como foi:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=gZc_u2lfOeo&w=520&h=315]

Dan Wheldon, inglês de Emberton e 33 anos,  deixa a esposa Susie e dois filhos, Sebastian (2 anos) e Oliver (6 meses).

Dan Wheldon - reprodução site oficial Indycar - http://www.indycar.com

VEJA TAMBÉM