A temporada 2012 começa com a esperança renovada no Grêmio. Nada menos que 8 jogadores já foram contratados para o grupo principal tricolor. Algumas contratações de impacto, como há muito não se via no Olímpico, que vive seu último ano de existência antes da inauguração da Arena Grêmio no bairro Humaitá. Porém hoje é o momento de avaliarmos as contratações de 2011, repetindo o que foi feito com o Internacional no final do ano passado. Vamos aos dados?

Em 2011, o Grêmio fez 11 contratações. As mais vultosas foram de Rodolfo, zagueiro que veio por empréstimo para ser o comandante da defensiva e que custava 300 mil reais mensais, e Miralles, atacante argentino destaque no futebol chileno, comprado em definitivo. Outros nomes de impacto foram o temperamental Carlos Alberto, que veio por empréstimo de um ano, e o veterano pentacampeão Gilberto Silva, jogador procurado pelo Grêmio há mais de ano.

Rodolfo – zagueiro – Lokomotiv Moscou-RUS – Status: REPROVADO COM LOUVOR – Indicado pelo então técnico Renato Gaúcho, foi titular todo o tempo no Grêmio e teve atuações muito ruins, fazendo alguns gols mas falhando demais especialmente nos duelos com Leandro Damião nos Gre-Nais. Sofreu grave lesão no primeiro jogo do Brasileiro e não atuou mais na temporada.

Edcarlos – zagueiro – Cruzeiro – Status: REPROVADO – Contratação de ocasião para suprir a lesão de Rodolfo, foi titular em alguns jogos mas nunca atuou bem. Muito criticado pela torcida e imprensa, foi dispensado após seis meses.

Júlio César, destaque na temporada 2011 - Foto: Adriano de Carvalho (ZeroHora.com)

Júlio César – lateral-esquerdo – Fluminense – Status: APROVADO – Contratação de ocasião também no meio da temporada para a crônica carência na lateral-esquerda tricolor. Teve ótimas atuações no início, algumas irregulares (como todo o time) na reta final do Brasileirão. Mas garantiu seu lugar e mostrou o bom futebol dos tempos de Goiás.

Gilberto Silva – volante – Panathinaikos-GRE – Status: REPROVADO – Muito lento, mostrou sentir o peso da idade. Teve até um bom início, mas depois caiu de rendimento. Não justificou ainda seu alto salário e até na defesa não foi muito bem. Precisa melhorar em 2012

Marquinhos – meia – Avaí – Status: APROVADO – Mesmo sendo uma contratação de grupo, teve uma média geral de boas atuações. Foi líder de passes para gol desde que veio para o Grêmio e ainda se adonou da bola parada. Os melhores momentos do Grêmio no 2° turno foram em boas atuações de sua parte.

Vinícius Pacheco – meia-atacante – Flamengo – Status: REPROVADO – Mais uma indicação de Renato Gaúcho, até começou bem fazendo gols na seletiva pré-Libertadores contra o Liverpool-URU, mas depois caiu demais de rendimento. Pouco aplicado nos treinos, teve sua saída facilitada no meio do ano.

Escudero – meia-atacante – Boca Juniors-ARG – Status: REPROVADO – No início, muito tímido e com uma indefinição sobre em que posição jogava: se de meia-esquerda ou atacante. Somente no 4-2-3-1 de Celso Roth mostrou algum futebol, mas errou demais em chances claras de gol. Muito irregular, não teve seu contrato renovado.

Carlos Alberto – meia-atacante – Vasco da Gama – Status: REPROVADO COM LOUVOR – O polêmico Carlos Alberto só arrumou confusão em Porto Alegre. O único gol que fez comemorou provocando os colorados, fazendo a ‘dancinha do Kidiaba’, e arrumou diversas encrencas com sua conta de twitter. Com um futebol medíocre, foi devolvido ainda no primeiro semestre ao Vasco da Gama, que o repassou ao Bahia.

Lins – atacante – Criciúma – Status: REPROVADO – Veio como contratação de grupo e até começou bem, fazendo o gol da vitória no Gre-Nal de reservas disputado em janeiro, na cidade de Rivera-URU. Depois teve atuações muito ruins, mesmo sendo titular em muitos jogos. Com apenas 2 gols em mais de 20 jogos, foi liberado para jogar na Série B pelo ABC.

Miralles – atacante – Colo-Colo-CHI – Status: REPROVADO – Contratação mais cara da temporada (mais de 2 milhões de dólares), começou com problemas de adaptação e lesões. Também foi acusado, inclusive publicamente, de não se aplicar nos treinamentos. Tinha uma notória má-vontade do técnico Celso Roth, mas mostrou lampejos de bom futebol nos jogos finais. Precisa mostrar mais em 2012.

Brandão – atacante – Cruzeiro – Status: REPROVADO – Veio como opção de grupo para a péssima fase de André Lima. Sofreu uma lesão muscular que o atrapalhou justo em seu melhor momento na temporada, mas fez alguns bons jogos. Só não permaneceu nos planos pois seu contrato iria até julho e o Olympique Marseille, time detentor do seus direitos federativos, não quis estender o empréstimo até o final deste ano.

VEJA TAMBÉM:2011 – Contratações do Internacional: quem deu certo e quem fracassou