Select Page

Mês: fevereiro 2012

HISTÓRIA DO FUTEBOL – Dois sites sensacionais com imagens históricas

Para os fãs da história do futebol mundial, e que gostam de imagens esportivas, eu vou deixar recomendados dois sites. Um eu já conhecia, o The Football Archivist, já bastante divulgado em abril de 2011 neste espaço. O site tem fotografias raras, momentos históricos e com um foco no futebol britânico.  O outro eu conheci hoje, por indicação do sempre amigo Márcio Gomes. É o I Got Cider in My Ear, focado na Internazionale  e no futebol italiano. Mas já fiz várias pesquisas e achei raridades no mesmo. Realmente vale muito a...

Read More

500 Milhas de Daytona: Montoya roda e bate em carro de serviço, que explode!

Simplesmente caótica a edição de 2012 das 500 milhas de Daytona, a prova nobre da NASCAR norte-americana. Depois de diversos adiamentos por causa da chuva nas últimas 36 horas, a corrida finalmente ocorreu nesta segunda-feira à noite, ainda que em condições precárias. Na volta 160, sob bandeira amarela, o colombiano Juan Pablo Montoya teve um pneu furado e perdeu o controle do carro. Para azar supremo, bateu no caminhão-turbina (que é usado para secar a pista) que estava em uma das curvas do oval. No acidente, os dois carros pegaram fogo, muito devido à enorme quantidade de combustível de avião que o caminhão normalmente transporta. [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=rDQZdG-Nb3g&w=560&h=315] Montoya nada sofreu, mas o motorista do caminhão está no Centro Médico. As imagens mostram outro fiscal de prova correndo para ajudar o colega acidentado. A prova está com bandeira vermelha e a enorme quantidade de combustível incendiado derreteu o asfalto. Provavelmente a corrida será encerrada prematuramente, e terá uma bizarra vitória de Dave Blaney. Ano passado, ele  ficou em 32° lugar no campeonato, e nunca venceu em 28 provas, com apenas duas...

Read More

Gauchão não terá Gre-Nal na final pela 12º vez em 17 anos

Com as eliminações sucessivas de Internacional e Grêmio da Taça Piratini, uma coisa é certa: a finalíssima do Gauchão não será em Gre-Nal. Parece algo raro, mas tem se tornado bastante comum. Nos últimos 17 anos, em 12 oportunidades isto ocorreu. Foram 11 finais com times do interior (que ganharam duas vezes) e mais um ano (2009) no qual o Internacional venceu os dois turnos e o jogo final do 2º turno foi contra o Caxias (apesar do Grêmio, pelo regulamento, ter somado mais pontos e ficado com o vice-campeonato). Desde 1996, o Juventude foi quatro vezes vice-campeão (1996, 2001, 2007 e 2008) e 1 vez campeão (1998). Já o Caxias foi à uma finalíssima e venceu (em 2000). A Ulbra foi vice-campeã em 2004, enquanto ao 15 de Novembro de Campo Bom sobrou o mais cruel destino: três vezes derrotado em finais (2002, 2003 e 2005). Os Gre-Nais só decidiram cinco Gauchões desde 1996: em 1997 (Inter), 1999 (Grêmio), 2006 e 2010 (Grêmio) e 2011 (Internacional) VEJAM A LISTA COMPLETA Campeões e Vices do Gauchão desde 1996 – Arquivo...

Read More

Até em Portugal: Capa do Jornal Record cita Michel Teló em jogo da Liga Europa!

Não adianta, gurizada. O fenômeno Michel Teló é mundial. Vejam abaixo a criativa capa do tradicional jornal esportivo Record, de Lisboa, citando o futuro confronto entre Sporting Lisboa e Manchester City, na Liga Europa. Sim, é um trocadilho com a música (grudenta) “Ai se eu te pego“, líder nas paradas musicais por boa parte do continente...

Read More

Eurico Lara nasceu há 115 anos: leia especial no Almanaque

Há exatos 115 anos, nascia Eurico Lara, um dos jogadores mais importantes e carismáticos da história do Grêmio. Único atleta (que eu conheço) a ter seu nome no hino oficial do clube, Lara já foi homenageado pelo Almanaque Esportivo algumas vezes. Vou reproduzir abaixo o texto original, de 2008, com vídeo especial sobre o lendário goleiro tricolor. No final do post, vários textos citando histórias do goleiro: LARA: O TEU CRAQUE IMORTAL 02 de maio de 2008 Eurico Lara existe no dualismo típico do povo gaúcho: entre a lenda e a história. O que émito sobre este goleiro, nascido em Uruguaiana no distante ano de 1897 e falecido precocemente em Porto Alegre no ano de 1935, se mistura com fatos reais que rechearam o cotidiano do Rio Grande do Sul no início do século passado. E acabaram por construir uma das mais dramáticas histórias do futebol brasileiro em seu início de existência. Defendendo o Tricolor Gaúcho por 16 temporadas, Lara se tornou o primeiro (e até hoje, único), jogador citado no Hino Oficial de um time de Primeira Divisão (homenagem feita por Lupicínio Rodrigues, um dos grandes compositores da MPB). Tímido, era reservado mas dotado de talentos incomuns, sobretudo entre goleiros da época. Sua resilência era notável, talvez originado da vida militar que seguiu por toda a vida. Porém, o mais provável é que isto era fruto de um sentimento interno, superior, inquebrantável, nato dos grandes ídolos do povo. Eurico Lara começou a...

Read More

Categorias

Arquivos