Select Page

Mês: julho 2012

Túnel do Tempo: Há 12 anos, Rubinho vencia pela 1º vez na Fórmula-1

Na seção “Túnel do Tempo” do Almanaque Esportivo desta semana, vamos rever a primeira vitória de Rubens Barrichello na Fórmula-1: o GP da Alemanha de 2000. Há exatos 12 anos, Rubinho em sua primeira temporada pela Ferrari conseguia uma vitória improvável na saudosa pista de Hockenheim, ainda em seu traçado original. Rubinho, que até a temporada 2000 tinha como melhores resultados dois segundos lugares (GP do Canadá 1995, GP de Mônaco 1996), e outros quatro terceiros (GP do Pacífico 1994; San Marino, França e Europa, todos no ano de 1999, fazia um início regular na Ferrari, muito atrás do companheiro Michael Schumacher e com dificuldades de andar próximo às McLaren Mika Hakkinen e David Coulthard. Segundo no GP da Austrália, Mônaco e Canadá, tinha sido 3º na Espanha, França e Áustria.  Obrigado ao leitor Gabriel Fiúza que me apontou a falha de levantamento. No treino de classificação, diversos problemas deixaram o brasileiro em 18º lugar. Um início nada auspicioso para Rubinho… A corrida, com o tempo bastante nublado na área da Floresta Negra, já começava com problemas:  Schumacher e Giancarlo Fisichella se tocaram na primeira curva, batendo com força e abandonando a corrida, para decepção dos milhares de alemães que lotavam o autódromo torcendo pelo seu ídolo. [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=-IGoLuolwsc&w=420&h=315] Faltando 17 voltas, com Hakkinen e Coulthard liderando com folgas, o incidente com o insano que invadiu a pista e ocasionou...

Leia Mais

Superação Olímpica – As melhores histórias do esporte em Jogos Olímpicos

Agora um especial com posts com histórias muito especiais sobre os Jogos Olímpicos, de verão e de inverno. Vale a pena ler sobre histórias familiares. De vida. De morte. De superação pessoal. E até mesmo de muita sorte. CURTAM OS JOGOS OLÍMPICOS DO RIO DE JANEIRO!!! Confiram: Superação Olímpica: O maior atleta olímpico da história, dotado de Q.I. 140: o russo Alexander Karelin, invicto por 12 anos – Um gênio pesando 120kgs de músculos e imbatível por mais de uma década. Até perder na luta mais importante de sempre. Superação Olímpica 2008: o holandês imortal – O holandês que superou um câncer para conquistar a medalha de ouro no esqui. Superação Olímpica: Amor além da vida – Como um halterofilista azarão levou o ouro olímpico usando como força o grande amor de sua vida Superação Olímpica 2008: ginasta/mãe e a leucemia – Uma ginasta de 30 anos conquista medalhas e volta a competir para sustentar o tratamento de leucemia da filha Superação Olímpica: Hermann Maier, inquebrável – Como um dos maiores esquiadores de seu tempo superou um acidente incrível para se sagrar campeão olímpico. Superação Olímpica: pai ampara filho em Barcelona’92 – Uma lesão em uma prova de atletismo se torna um exemplo magnífico do amor de pai e filho. Superação(?) Olímpica: o maior rabudo do século! – Como ser o mais lento de 14 competidores, chegar em último por três provas...

Leia Mais

O bizarro nas Olimpíadas: “Jamaica abaixo de Zero”, “Mr. Magoo” e o “Homem-Enguia”

Três exemplos de atletas amadores em Jogos Olímpicos. Três exemplos de micos olímpicos. Três exemplos de determinação, nem que seja em pagar vexame. Eric “Homem-Enguia” Moussambani – Guiné Equatorial – Natação 100m livre – Jogos Olímpicos de Sydney, 2000 Eddie “A Águia” Edwards – Grã-Bretanha – slalom gigante, Jogos Olímpicos de Inverno em Calgary, 1988 Jamaica – Bobsled de 2 e 4 lugares – Jogos Olímpicos de Inverno em Calgary,...

Leia Mais

F-1 Bizarro: os 3 malucos que invadiram a pista durante as corridas!

Vou contar agora casos inacreditáveis que colocaram os invasores, pilotos e fiscais de pista em desespero durante provas da Fórmula-1 nos últimos 15 anos. São três pessoas que invadem a pista durante provas e deixam todos em pânico até que são impedidas pelos comissários. Em resumo: três idiotas. 2000 – GP DA ALEMANHA – HOCKENHEIM [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=DsplrERgod4&w=520&h=315] Na lendária pista de Hockenheim, ainda em seu antigo traçado, Um empregado demitido da Mercedes-Benz invadiu a pista na parte mais veloz do circuito e cruzou a mesma sob o olhar atônito dos fiscais de pista que tentavam impedi-lo. Com uma faixa dizendo que a montadora havia lhe demitido depois de 20 anos de serviço, este homem obrigou a entrada de um safety-car até que fosse imobilizado pelos fiscais.  A corrida ficou marcada por um fortíssimo acidente entre o brasileiro Pedro Paulo Diniz e o francês Jean Alesi e, claro, pela primeira vitória de Rubens Barrichello na Fórmula-1, a primeira em sete anos do Brasil na categoria. 2000 – GP DA INGLATERRA – SILVERSTONE O demente padre irlandês Cornelius Neil Horan invadiu a pista em um setor de alta velocidade na 11º volta. Ao contrário do alemão invasor de três anos antes, Horan entrou no meio da pista com banners escrito “Leia a Bíblia” e “A Bíblia está sempre com a razão”. Horan correu sério risco de ser atropelado e causar um incidente...

Leia Mais

As maiores transferências da história do RS – Corrigidas pela inflação!

A venda de Oscar pelo valor de 25 milhões de euros do Internacional para o Chelsea foi expressiva, mas não foi recorde. Pelo valor divulgado nesta tarde na imprensa brasileira, o jogador renderá 62,1 milhões de reais, divididos em partes iguais por Internacional e o próprio atleta. Será a 3º maior transferência de todos os tempos no futebol do Rio Grande do Sul, já com valores corrigidos. Meu critério de “corte” foram vendas que, com seus números corrigidos, superaram 10 milhões de reais. A lista começa com a mais antiga de todas. Falcão foi vendido para a Roma por módicos US$ 1,7 milhões, ou algo em torno de 91 milhões de cruzeiros da época.Todos os valores de época foram atualizados pelo índice do IPC-A, do IBGE. Antes de Oscar, outro a entrar no rol das grandes negociações da história em 2012 foi o lateral-direito Mário Fernandes, negociado para o CSKA Moscou em maio. São 16 colorados e 12 gremistas ao longo de 32 anos de levantamento. Nos 10 primeiros: 4 gremistas e seis colorados, incluindo os cinco primeiros: Alexandre Pato, Fábio Rochemback, Oscar, Nilmar e Lúcio. Se Rochemback e Scheidt estão fácil na lista de piores contratações européias de todos os tempos, os outros tiveram períodos de grande sucesso, sobretudo Lúcio, uma lenda no futebol europeu e mundial. Dos 16 colorados, todos foram formados no Beira-Rio à exceção de Giuliano (que...

Leia Mais