Quais atletas brasileiros conquistaram os títulos continentais da América e da Europa jogando por equipes de outros países? Por sugestão do leitor André Soares Ribeiro (que por sua vez contou com informações de Rafael Maranhão, Manoel Junqueira, Heitor e dados do comentarista esportivo Paulo Vinícius Coelho), que fez o levantamento abaixo dos jogadores campeões na Liga dos Campeões da Europa, fiz o levantamento de atletas campeões na Copa Libertadores da América jogando em times do exterior.

Vários dos atletas na listagem da Libertadores tiveram passagens formidáveis no futebol gaúcho: Jair, Manga, Iarley, Salvador. Outro deles, João Cardoso, que jogou no Grêmio com um destaque apenas fugaz, se tornou uma lenda no futebol argentino nos anos 60.
Brasileiros campeões e vice da Libertadores por times estrangeiros
CAMPEÕES

  • 1982 – Jair – Peñarol (URU)
  • 1971 – Manga – Nacional (URU)
  • 1967 – João Cardoso – Racing Club (ARG)
  • 1960 – Salvador – Peñarol (URU)

VICE-CAMPEÕES

  • 2004 – Iarley – Boca Juniors (ARG)
  • 1997 – Julinho – Sporting Cristal (PER)
  • 1969 – Manga – Nacional (URU)
  • 1963 – Orlando Peçanha – Boca Juniors (ARG)

Brasileiros campeões e vice da Copa dos Campeões/Liga dos Campeões da Europa por times estrangeiros
CAMPEÕES

  • 1960 – Canário, Didi – Real Madrid-ESP
  • 1963 – Dino Sani e Mazola Altafini e Germano – Milan-IT
  • 1964 – Jair da Costa – Internazionale-ITA
  • 1965 – Jair da Costa – Internazionale-ITA
  • 1969 – Sormani – Milan-ITA
  • 1987 – Juari, Casagrande, Celso, Paulo Ricardo e Elói – Porto-POR
  • 1997 – Júlio César – Borussia Dortmund-ALE
  • 1998 – Roberto Carlos, Zé Roberto e Sávio – Real Madrid-ESP
  • 2000 – Roberto Carlos, Júlio César e Sávio – Real Madrid-ESP
  • 2001 – Élber, Paulo Sérgio – Bayern de Munique-ALE
  • 2002 – Roberto Carlos, Flávio Conceição e Sávio – Real Madrid-ESP
  • 2003 – Dida, Serginho, Roque Júnior e Rivaldo – Milan-ITA
  • 2004 – Carlos Alberto, Derlei, Deco e Bruno Moraes – Porto-POR (obrigado Diego Zanini e Fábio pelas correções)
  • 2006 – Edmílson, Belletti, Ronaldinho Gaúcho, Sylvinho, Thiago Motta e Deco – Barcelona-ESP
  • 2007 – Dida, Serginho, Cafu, Kaká e Ricardo Oliveira – Milan-ITA
  • 2008 – Anderson – Manchester United-ING
  • 2009 – Sylvinho, Daniel Alves – Barcelona-ESP
  • 2010 – Júlio César, Lúcio, Maicon, Thiago Motta e Mancini – Internazionale-ITA
  • 2011 – Daniel Alves, Maxwell, Adriano e Thiago Alcântara – Barcelona-ESP
  • 2012 – David Luiz, Ramires e Alex – Chelsea-ING
    Total: 50 jogadores, com Roberto Carlos e Sávio sendo tricampeões europeus, sempre pelo Real Madrid (valeu, André!)

VICE-CAMPEÕES

  • 1957 – Julinho – Fiorentina-ITA
  • 1961 – Evaristo de Macedo – Barcelona-ESP
  • 1962 – Canário – Real Madrid-ESP
  • 1972 – Jair da Costa – Internazionale-ITA
  • 1973 – Mazola Altafini – Juventus-ITA
  • 1984 – Falcão e Toninho Cerezzo – Roma-ITA
  • 1992 – Toninho Cerezzo – Sampdoria-ITA
  • 1988 – Elzo,Chiquinho, Wando, Mozer – Benfica-POR
  • 1990 – Aldair, Ricardo Gomes e Valdo – Benfica-POR
  • 1991 – Mozer – Olympique Marseille-FRA
  • 1994 – Romário – Barcelona-ESP
  • 1999 – Élber – Bayern de Munique-ALE
  • 2001 – Fábio Aurélio – Valencia-ESP
  • 2002 – Zé Roberto, Lúcio – Bayer Leverkusen-ALE
  • 2005 – Dida, Cafu, Serginho e Kaká – Milan-ITA
  • 2006 – Gilberto Silva – Arsenal-ING
  • 2007 – Fábio Aurélio – Liverpool-ING
  • 2008 – Alex, Belletti – Chelsea-ING
  • 2009 – Anderson, Rodrigo Possebom, Rafael e Fábio – Manchester United-ING
  • 2010 – Breno – Bayern de Munique-ALE
  • 2011 – Anderson, Rafael e Fábio – Manchester United-ING
  • 2012 – Rafinha e Luiz Gustavo – Bayern de Munique-ALE
    Total: 34 jogadores , com Anderson, Rafael e Fábio duas vezes vice pelo Manchester United, enquanto Mozer e Toninho Cerezzo, atuando por dois times diferentes, também terminaram em segundo lugar.

LEITURA COMPLEMENTAR