Hoje teremos Real Madrid vs. Manchester United, pelas oitavas-de-final da Liga dos Campeões no majestoso Santiago Bernabéu. Será o primeiro confronto do gênio Cristiano Ronaldo contra seu ex-clube, 3 temporadas após sua ida para Madrid e contra um técnico que considera como um pai, o multicampeão Sir Alex Ferguson.

Virtual campeão inglês, o time visitante busca seu quarto título europeu, enquanto os espanhóis tentam salvar a temporada desastrosa na Liga nacional, na caça de seu décimo título continental. Este jogo tem muita história ao longo de quase 50 anos, que serão contadas agora pelo Almanaque Esportivo. 3 dos 4 confrontos tiveram o vencedor campeão europeu ao final da competição. Então, divirtam-se!

O primeiro confronto ocorreu na temporada 56/57, 3×1 para o Real na ida, 2×2 na volta nas semifinais da então Copa dos Campeões, e o Real Madrid seria o campeão pelo segundo ano consecutivo. Já em 1967/68, o Manchester ganhou de 1×0 e segurou um mítico 3×3 no Santiago Bernabéu, também válido pelas semifinais da Copa dos Campeões. O Manchester se sagraria campeão europeu pela primeira vez, pouco mais de 10 anos após a Tragédia de Munique.

Temporada 99/2000. Depois da histórica “Tríplice Coroa“, com direito ao título da Liga dos Campeões sobre o Bayern de Munique com requintes de crueldade (dois gols nos acréscimos), o Manchester United era o melhor time do planeta naquela temporada. Nas quartas-de-final da Liga dos Campeões pegaria o Real Madrid, 0x0 na partida de ida.

No jogo de volta, as coisas começaram erradas quando Roy Keane fez um gol contra. Raúl, em lançamento de Steve McManaman, ampliaria para 2×0. Então, o lance mágico: após um drible absurdamente humilhante de calcanhar sobre Henning Berg, o cracasso argentino Fernando Redondo cruzou para Raúl fazer 3×0. David Beckham (um golaço), e Paul Scholes (de pênalti), reduziriam o marcador, mas a vitória e a classificação já eram de Madrid. Dali em diante, del Bosque se firmaria e se consagraria como técnico campeão mundial em 2010 e europeu em 2012, ambos pela Seleção Espanhola. Vejam o compacto :

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=kC3c9VzXSI4&w=560&h=315]

Em 2003, foi a vez de um brasileiro brilhar, o mítico Ronaldo, em confronto também pelas quartas-de-final da Liga dos Campeões. E olha que nos dois lados tínhamos: Zidane, Raúl, Roberto Carlos, David Beckham, Ryan Giggs, Ruud van Nistelrooy! No jogo de ida, 3×1 para o Real Madrid com gols de Luís Figo e Raúl (2x). Na partida de volta, Ronaldo abriu o marcador, cancelado por van Nistelrooy. Em oito minutos frenéticos, Ronaldo faria 2×1, Iván Helguera (contra) deixaria tudo igual, antes de Ronaldo fazer seu hat-trick aos 14 do segundo tempo, e deixando a classificação praticamente garantida. Com uma reação de muita raça, o Manchester empatou e virou com dois gols de Beckham, insuficientes para a classificação mas valorizando os brios do time inglês. Confiram os gols:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=0yOms3wNvz8&w=420&h=315]

Meu palpite para o duelo desta temporada?

Meu coração diz Manchester United.

Minha mente diz Real Madrid.

Veremos quem irá acertar.