A decisão do próximo domingo entre Internacional e Juventude, que vale o título da Taça Farroupilha, também vale o título do Gauchão antecipadamente para o time de Porto Alegre. E talvez consagrar de vez a mudança que ocorreu nos últimos cinco anos, quando o Juventude não assusta mais o Inter e tem atormentado a vida do Grêmio. Mais um capítulo no último sábado, quando o Grêmio foi eliminado do Gauchão pelo time de Caxias do Sul nas penalidades. Uma mudança do que víamos até pouco tempo atrás…

Tudo começou nos anos 90. Qualquer jogo entre Internacional e Juventude era cercado de muita expectativa. O “Juve-Nal” era quase sempre um dos jogos mais importantes. A derrota na final do Gauchão de 1998 e, principalmente, a humilhação na semifinal da Copa do Brasil de 1999, além de outras derrotas nas competições geraram uma rivalidade acirrada. Com o Grêmio, parecia o oposto: além do Juventude ter perdido todas as finais para o Tricolor (Gauchões de 1996, 2001 e 2007), ainda foi eliminado diversas vezes, inclusive de mata-matas do Brasileirão no qual tinha vantagem do mando de campo (2002).

Porém os últimos 5 anos mostram uma mudança significativa nos resultados. Tudo começou com as quartas-de-final do Gauchão daquela temporada. O Grêmio foi eliminado pelo Juventude em pleno Olímpíco, depois de vencer fora de casa no Alfredo Jaconi. Naquele mesmo ano, o Inter enfiou assombrosos 8×1 no mesmo Juventude e foi campeão estadual. Deste momento em diante, o Grêmio tem mais derrotas que vitórias contra o Juventude, e o Inter não perdeu mais. Desde aquela calorenta tarde de domingo em maio, quando o centroavante Mendes arrasou o time treinado por Celso Roth em um Olímpico lotado, esta rivalidade mudou de lado.

Jogo da virada: Grêmio 2×3 Juventude, quartas-de-final Gauchão 2008 – Grêmio eliminado

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=agyCVWGvT8E&w=420&h=315]

2009
Grêmio 2×0 Juventude
Grêmio 2×0 Juventude – Juventude eliminado 1º turno
2010
Juventude 1×2 Grêmio
2011
Juventude 3×2 Grêmio
2012
Juventude 2×1 Grêmio
2013
Juventude 2×1 Grêmio
Juventude (5)1×1(4) Grêmio – Grêmio eliminado do 2º turno e do Gauchão.
TOTAL: 8J, 3V Grêmio, 4V Juventude, 1E, 13 gols Grêmio, 12 gols Juventude

No mesmo período, o Internacional brilhou contra o Juventude e acabou com a sina de “touca”. O Colorado vinha de três derrotas seguidas para o Juventude no Gauchão daquele ano: 1×0 no Beira-Rio, 3×0 em Caxias e 1×0 no Alfredo Jaconi, partida de ida das finais do Gauchão daquele ano. Em uma atuação épica, o Colorado enfiou 8×1 no Juventude, 4 gols em cada tempo e com direito a gol do goleiro Clemer no finalzinho da partida. De lá para cá, nenhuma derrota e apenas um único empate. O Juventude foi eliminado em dois mata-matas.

Jogo da virada: Internacional 8×1 Juventude, finalíssima Gauchão 2008 – Inter campeão

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=gowZRSfQ_zM&w=420&h=315]

2009
Juventude 3×3 Internacional

2010
Internacional 5×0 Juventude
Internacional 2×0 Juventude – Juventude eliminado 1º turno

2011
Internacional 3×1 Juventude
Juventude 1×2 Internacional – Juventude eliminado 2º turno e do Gauchão.

2012
Internacional 7×0 Juventude

2013
Internacional 4×1 Juventude
TOTAL: 9J, 8V Inter, 1E, 34 Gols Inter, 7 gols Juventude