Apesar do presidente da Federação Gaúcha de Futebol Francisco Novelletto ter se mostrado contrário e inclusive CORNETEADO os atletas que encabeçam o Bom Senso F.C. (iniciativa que você pode ver AQUI) as mudanças começam a ocorrer no calendário do futebol brasileiro.

De acordo com Novelletto, a mudança atende os clubes e não tem relação com a pressão dos atletas. Mas obviamente a grande repercussão das ideias estão promovendo mudanças: a CBF já autorizou os Estaduais a começarem dia 19 e não mais dia 10, como previsto antriormente. 

O Gauchão 2014 terá 4 datas a menos que o previsto, e ainda começará dia 19 de janeiro (e não mais 10 como havia sido proposto inicialmente). O Estadual do ano que vem deverá ter turno único e sem fase de quartas-de-final, com apenas semifinais e final. O número de times rebaixados (3) permanece para não ferir o Estatuto do Torcedor, que proíbe mudanças em regulamentos antes de dois anos.

Primeiro round vencido pelos atletas contra os dirigentes

Primeiro round vencido pelos atletas contra os dirigentes

Além disso, no Gauchão 2015 deveremos ter 14 times, caindo para 12 em 2016, uma redução que atende os interesses principalmente da Dupla Gre-Nal, que se vê obrigada a colocar times B, misto ou reserva por conflitos de datas quando disputar a Taça Libertadores.

Enfim, bons ares no cenário nacional.