Com o término da primeira fase da Copa Libertadores, o Internacional jogará contra o Atlético-MG nas oitavas-de-final da competição em 2015. O retrospecto colorado é positivo em confrontos contra brasileiros em mata-matas pela Libertadores, com três triunfos contra um fracasso.

1989, 2006, 2010 classificações, 2012 eliminação do Inter

1989, 2006, 2010 classificações, 2012 eliminação do Inter

 

O Colorado teve de superar o São Paulo duas vezes nos títulos de 2006 e 2010, bateu o Bahia em 1989 antes de ser eliminado nas semifinais e só caiu uma vez: diante do Fluminense pelas oitavas-de-final em 2012.

1989 – Inter classificado

Depois de perder o título brasileiro para o mesmo Bahia e não ganhar na primeira fase da Libertadores, a vingança colorada finalmente ocorreu. Venceu em casa por 1×0, gol de Diego Aguirre (hoje técnico do Inter) e segurou o 0x0 em Salvador para chegar às semifinais, aonde foi eliminado contra o Olímpia em pleno Beira-Rio na noite mais trágica da história colorada.

Internacional 1×0 Bahia (quartas-de-final)

https://www.youtube.com/watch?v=_5cR8vraLiQ

Bahia 0x0 Internacional (quartas-de-final)

2006 – Inter campeão

Na considerada como maior atuação da história do clube, o “Morumbazzo” viu duas expulsões no primeiro tempo e dois gols de Rafael Sobis no segundo tempo. Eesteve perto de virar uma goleada de 3×0 com outro de Sobis mas Edcarlos descontou. No Beira-Rio, mais drama: Inter ficou à frente duas vezes no placar com Fernandão e Tinga, mas Fabão e Lenílson empataram. Pressão total Tricolor, mas o Colorado segurou e conquistou seu primeiro título internacional da história.

São Paulo 1×2 Internacional (final)

https://www.youtube.com/watch?v=2eKo5qrSST8

Internacional 2×2 São Paulo (final)

2010 – Inter classificado

Na reedição do duelo de quatro anos antes, o Inter dominou completamente o jogo de ida e teve inúmeras chances, mas só fez 1×0 com Giuliano. O jogo de volta seguia tranquilo até Renan falhar  e Alex Silva fazer 1×0. Alecsandro de calcanhar empatou no segundo tempo e o São Paulo reagiu imediatamente com Ricardo Oliveira em nova falha de Renan. Tinga foi expulso de novo (repetindo 2006), mas o Inter segurou e se classificou para a final (e de quebra para o Mundial, pois o adversário na final seria um time mexicano).  O Inter se sagraria bicampeão diante do Chivas Guadalajara na decisão.

Internacional 1×0 São Paulo (semifinais)

São Paulo 2×1 Internacional (semifinais)
https://www.youtube.com/watch?v=U6slqFKSTpY

2012 – Inter eliminado

Depois de uma primeira fase catastrófica, com 2 vitórias em 6 jogos e míseros oito pontos em um grupo medonho com Juan Aurich, The Strongest e Santos, o Internacional resolveu jogar bem contra o campeão brasileiro Fluminense. Foi melhor no jogo de ida, perdeu pênalti com Dátolo (aquele da discussão com Nei) e chutou bola na trave no finalzinho. No jogo de volta, saiu na frente com  Leandro Damião mas cedeu a virada com um gol de cabeça de Leandro Euzébio e outro de Fred (impedido). No segundo tempo, criou chances, mas não foi eficiente e acabou eliminado.

Internacional 0x0 Fluminense (oitavas-de-final)

Fluminense 2×1 Internacional (oitavas-de-final)

Resumo: 8 jogos, 3 vitórias, 5 empates, 1 derrota