Nesta sexta-feira será oficializada a saída de Nilmar para o Al-Nasr, dos Emirados Árabes. Em sua terceira transferência, o atacante completou nada menos que 106 milhões de reais nas negociações. Isso é um recorde no futebol gaúcho e supera os valores recebidos pelo Santos com Neymar. A maior transferência individual, já com valores corrigidos, persiste sendo a de Alexandre Pato em 2007, que rendeu 81 milhões de reais em valores atualizados.

Nilmar faz seu último gol com a camisa colorada

Nilmar faz seu último gol com a camisa colorada – Foto: Alexandre Lops/site oficial do Inter

Em dados da época das transferências originais, foram 21 milhões de reais em 2004 na saída para o Olympique Lyon-FRA, 38,7 milhões na venda para o Villarreal em 2009 e outros 11,2 milhões agora na saída para o Al-Nasr. Porém os valores devem sofrer a correção da inflação na época, e eu utilizo o IGP-M como índice de correção. Sendo assim, os valores sobem para 38 milhões, 56 milhões e 11 milhões, respectivamente, o que totaliza os 106 milhões de reais.

Todos os números de Nilmar

Todos os números de Nilmar

Muitas explicações devem ser dadas ao avaliar a figura acima. Por exemplo, nem todos os 106 milhões ficaram com o clube. Na negociação de 2009, 70% do valor ficou com o Internacional e o restante com o próprio jogador. A parte “líquida”, a grosso modo, foi de 89 milhões para o Internacional.

Mas Nilmar ainda rendeu um ganho indireto e variável. Na venda para o Lyon, 20% do passe ficou com o Internacional. Ao ser comprado pelo Corinthians em 2005, esse valor rendeu cerca de 4,8 milhões de reais em 2007 quando houve acerto judicial sobre o assunto, cerca de 7,6 milhões de reais corrigidos hoje em dia.

Esse dado eu não considerei na minha análise pois ele não é referente à transação em si, pois se o Nilmar tivesse saído por passe livre ou ainda estivesse no Lyon esse valor não teria ocorrido, assim como os % do Mecanismo de Solidariedade da FIFA.

Ao se confirmar a venda do Aránguiz, teremos aqui no Almanaque Esportivo as maiores transferências da história do futebol gaúcho. Aguardem!


LEIA TAMBÉM

Seis anos depois, Pato ainda é a maior venda da história do RS: confira ranking completo