Hoje foi concretizada a negociação do volante colorado chileno Charles Aránguiz com o Bayer Leverkusen por 13 milhões de euros, mais um futuro percentual de venda a ser definido. A negociação se arrastou por duas semanas e o time alemão aumentou em 3 milhões de euros a oferta anterior. O Inter, que tinha recebido uma oferta de 15 mihões de euros do Leicester City, torce para que esse percentual futuro compense a perda na negociação por intransigência do atleta.

Concretizada, a negociação gerou 48,9 milhões de reais, sendo 50% do Inter e 50% do empresário Delcyr Sonda. Esse valor comparado em valores absolutos, é a 3º maior venda da história do futebol gaúcho, atrás apenas de Oscar e Alexandre Pato. Porém essa é uma comparação indevida e não corresponde a um coeficiente justo sem a devida correção inflacionária do período.

A venda mais cara de todos os tempos segue sendo de Alexandre Pato em 2007, que gerou 49 milhões na época, 82 milhões em valores corrigidos. A segunda, colada, é de Fábio Rochemback que rendeu 26,8 mi em 2001, algo em torno de 81 milhões hoje em dia.

Usando o IPCA-E, temos que Aránguiz é a oitava maior venda da história do futebol gaúcho, a 7º do Internacional e a a 3º maior de um volante (atrás de Fábio Rochemback e Fred). Confira a lista com todos os negócios que renderam mais de 10 milhões de reais em valores corrigidos hoje (clique na figura para ampliar a imagem):

As maiores transferências da história do RS - Arquivo Pessoal

As maiores transferências da história do RS – Arquivo Pessoal


LEIA TAMBÉM

Em sua terceira saída, Nilmar já rendeu 106 milhões de reais em negociações

Seis anos depois, Pato ainda é a maior venda da história do RS: confira ranking completo