A Libertadores 2016 é quase uma realidade para o Grêmio. Desde o início dos pontos corridos com 20 times, totalizando 38 rodadas, apenas um time com 56 (pontuação do Tricolor no momento) ou mais pontos na 32º rodada ficou fora da Libertadores no ano seguinte (sendo G4 ou G5, dependendo do ano).

Bressan faz o gol da vitória contra o Santos - Imagem: Lucas Uebel/www.gremio.net

Bressan faz o gol da vitória contra o Santos – Imagem: Lucas Uebel/www.gremio.net

Foi o Palmeiras, que incrivelmente era o líder do Brasileirão em 2009 na 32º rodada com 57 pontos e acabou no 5º lugar. Naquele ano, o Atlético-MG então em 3º lugar também cedeu seu posto. Em 2010, justamente o Grêmio foi o beneficiado: recebeu a vaga do Botafogo, inclusive com direito a confronto direto na rodada derradeira (vencido pelo Tricolor por 3×0).

Ao longo da história, em quatro anos os primeiros colocados na 32º rodada se mantiveram os mesmos até o fim: 2006, 2008, 2012 e 2013. Em 2009 dois times entregaram a vaga para equipes que estavam mais atrás. Já em 2007, 2010, 2011 e 2014 um time cedeu a posição para outro.

Vejam os dados completos a seguir:


2006 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
São Paulo, 64 pts – Campeão (classificado)
Internacional, 59 pts – Vice-campeão (classificado)
Santos, 55 pts – 4º lugar (classificado)
Grêmio, 55 pts – 3º lugar (classificado)
Paraná, 50 pts – 5º lugar (classificado)

2007 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
São Paulo, 67 pts – Campeão (classificado)
Palmeiras, 54 pts – 7º lugar (sem vaga)
Cruzeiro, 53 pts – 5º lugar (classificado)
Santos, 52 pts – Vice-campeão (classificado)
Flamengo, 49 pts – 3º lugar (classificado)
Fluminense, 49 pts – 4º lugar (classificado)

2008 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
Grêmio, 59 pts – Vice-campeão (classificado)
São Paulo, 59 pts – Campeão (classificado)
Cruzeiro, 58 pts – 3º lugar (classificado)
Palmeiras, 58 pts – 4º lugar (classificado)

2009 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
Palmeiras, 57 pts – 5º lugar (sem vaga)
São Paulo, 55 pts – 3º lugar (classificado)
Atlético-MG, 53 pts – 7º lugar (sem vaga)
Internacional 52 pts – Vice-campeão (classificado)
Cruzeiro, 51 pts – 4º lugar (classificado)
Flamengo, 51 pts – Campeão (classificado)

2010 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
Fluminense, 57 pts – Campeão (classificado)
Cruzeiro, 57 pts – Vice-campeão (classificado)
Corinthians, 54 pts – 3º lugar (classificado)
Botafogo, 51 pts – 6º lugar (sem vaga)
Grêmio, 47 pts – 4º lugar (classificado)

2011 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
Corinthians, 58 pts – Campeão (classificado)
Vasco da Gama, 58 pts – Vice-campeão (classificado)
Botafogo, 55 pts – 9º lugar (sem vaga)
Fluminense, 53 pts – 3º lugar (classificado)
Flamengo, 52 pts – 4º lugar (classificado)
Internacional, 51 pts – 5º lugar (classificado)

2012 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
Fluminense, 69 pts – Campeão (classificado)
Atlético-MG, 63 pts – Vice-campeão (classificado)
Grêmio, 59 pts – 3º lugar (classificado)
São Paulo, 55 pts – 4º lugar (classificado)

2013 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
Cruzeiro, 68 pts – Campeão (classificado)
Atlético-PR, 55 pts – 3º lugar (classificado)
Grêmio, 54 pts – Vice-campeão (classificado)
Botafogo, 53 pts – 4º lugar (classificado)

2014 (time, pontuação atual, posição final e indicativo de vaga)
Cruzeiro, 64 pts – Campeão (classificado)
São Paulo, 59 pts – Vice-campeão (classificado)
Internacional, 56 pts – 3º lugar (classificado)
Fluminense, 54 pts – 6º lugar (sem vaga)
Corinthians, 54 pts – 4º lugar (classificado)