2015 será o ano de um novo recorde no futebol brasileiro em receitas sociais, provenientes de projetos de sócio-torcedor. O  Internacional seguirá como o clube que mais arrecadou com sócios no país, beirando os 70 milhões.

Com a divulgação dos balancetes do 3º trimestre, o Colorado já arrecadou 51 milhões até setembro e uma projeção simples indica valores próximos aos 70 milhões nos meses restantes. Com mais de 100 mil sócios em dia durante grande parte da temporada (capitalizando o título gaúcho e as semifinais da Libertadores) e o Beira-Rio sendo utilizado o ano inteiro, os números se tornaram positivos,

Além disso, o desconto “Obrigado Colorado“, dado por 18 meses aos sócios que se mantiveram em dia enquanto o Beira-Rio estava fechado, encerrou-se em julho deste ano, o que aumentou um pouco o valor médio das mensalidades para esse grupo de associados mais antigos.

Se o Inter comemora frutos de seu quadro social, o Grêmio lamenta uma queda na arrecadação. Mesmo a boa campanha no Brasileirão e um trabalho incessante da gestão tricolor não foram capazes de retornar aos patamares de 2013 ou mesmo 2014. Até setembro, o Grêmio arrecadou 34 milhões, e uma projeção de aproximadamente 46 milhões até o final do ano, menos que na temporada anterior.


HISTÓRICO

Até 2013, o Internacional tinha sucessivas marcas recordes de arrecadação com o quadro social, como podemos ver no gráfico a seguir. Sendo o primeiro clube brasileiro a chegar aos 100 mil sócios, o Inter se mostrou capaz de obter valores expressivos em receitas sociais.

Receitas Sociais  Dupla Gre-Nal 2009/14 - Arquivo Pessoal

Receitas Sociais Dupla Gre-Nal 2009/14 – Arquivo Pessoal

Naquela temporada, o primeiro ano da Arena, o Grêmio superou o recorde anterior e chegou aos 57 milhões de reais, melhor marca do país até então.

Ano passado, o Inter novamente se tornou detentor da melhor marca e obteve 58 milhões em receitas sociais, enquanto o Grêmio reduziu para 50 milhões sua arrecadação. Esse ano a projeção é de uma nova queda, chegando em torno dos 46 milhões especulados.


FONTE:

Portal Transparência do Internacional – http://www.internacional.com.br/transparencia

Portal Governança do Grêmio – http://www.gremio.net/governanca