404,您请求的文件不存在!

404

404,您请求的文件不存在!

404

404,您请求的文件不存在!

Packers vence Lions no “Miracle of Motown”: Confira outros “hail marys” famosos da NFL | Almanaque Esportivo

Select Page

Packers vence Lions no “Miracle of Motown”: Confira outros “hail marys” famosos da NFL

Em uma virada inacreditável, o Green Bay Packers bateu o Detroit Lions por 27×23 depois de estar perdendo de 20×0 em pleno Ford Field em Detroit. Mais impressionante que a virada em si, obtida nos quinze minutos finais, foi a maneira que ela ocorreu: com um “hail mary” de 61 jardas de Aaron Rodgers direto para a “endzone” nas mãos do tight end Richard Rodgers. Leia aqui a crônica completa da partida

O “hail mary”, traduzido literalmente significa “ave maria” é a jogada derradeira de cada tempo, normalmente do jogo. Ela tem toda uma configuração distinta: o time atacante se enche de jogadores altos e velozes, enquanto o time defensor esquece os jogadores mais rápidos e coloca atletas altos para desviar o passe.

O “Miracle of Motown”, como a jogada tem sido chamada pela imprensa dos Estados Unidos, teve uma curiosidade: o Tight End Rodgers estava completamente sozinho e pegou livre, sem disputar com ninguém a bola. Um erro inacreditável da defesa dos Lions. Vejam na narração épica de Everaldo Marques: http://espn.uol.com.br/video/562225_nfl-melhores-momentos-de-detroit-lions-23-x-27-green-bay-packers

Milagre de Motown  - Packers vence Lions no Haily Mary

Milagre de Motown – Packers vence Lions no Haily Mary


 

Porém tivemos outros “Hail Mary” históricos. O primeiro é justamente a jogada que originou essa expressão. Ocorreu em 1975 em uma vitória nos playoffs de 17×11 do Dallas Cowboys sobre o Minnesota Vikings. O lendário quarterback Roger Staubach lançou um passe de 50 jardas para Drew Pearson. Ao final do jogo, Staubach falou sobre a jogada: “Eu apenas lancei a bola e rezei. Não tinha como ver se o Drew tinha pegado a bola. Só vi o touchdown quando os juízes esticaram os braços”. Desde então, este tipo de jogada virou “Hail Mary”. O lance foi tão emblemático que Pearson tinha que mudar de nome quando viajava para Minnesota, de tanta raiva da torcida dos Vikings. Confiram o vídeo:

http://www.nfl.com/videos/dallas-cowboys/0ap2000000148828/Staubach-to-Pearson-Hail-Mary


 

Em 1980, o Minnesota Vikings bateu o Cleveland Browns em casa por 28×23 com um “hail mary” de 46 jardas no último lance, com o jogo 23×22 para os Browns. O QB Tommy Kraemer lançou a bola na direção da “endzone”, mas a bola foi desviada. Antes que caísse no solo, Ahmad Rashed pegou ela de costas e converteu o touchdown, para delírio da torcida do Vikings. Vejam a jogada:

http://www.nfl.com/videos/minnesota-vikings/09000d5d81c2594b/Top-5-Hail-Mary-Plays-1980-Browns-vs-Vikings


Em 2010, o Jacksonville Jaguars bateu o Houston Texans no último lance após um passe longo do QB David Garrard para a endzone. A bola foi desviada pela defesa dos Texans, mas caiu no colo de Mike Thomas, que converteu o TD. O lance é bizarro demais:


Em 2012, o Seattle Seahawks venceu o Green Bay Packers na jogada final por 14×12 em um lance extremamente discutível. O QB do Seahawks, Russell Wilson, lançou a bola em direção à endzone, e seu wide-receiver Golden Tate faz falta em Sam Shields, interferência no passe ofensiva. Depois disto, disputa a bola com o defensor M.D. Jennings e ambos caem com a bola, mas só Jennings tinha controle da mesma. A arbitragem (reserva, já que os titulares estavam em greve) considerou “posse simultânea” da bola e deu TD para Seattle, para revolta dos Packers. Esse lance ficou conhecido como “fail mary”.

http://www.nfl.com/videos/nfl-cant-miss-plays/0ap2000000066000/Hail-Mary-for-Hawks

 


Vale também alguns lances do futebol americano universitário

Coletânea de 10 “hail mary”:

https://www.youtube.com/watch?v=AcTnzTuFI3Y

“hail mary” na sorte de Auburn:

https://www.youtube.com/watch?v=XkpDz8YyVD8

“hail mary” dramático de Arizona:

https://www.youtube.com/watch?v=cgcQbObpEBA

 

About The Author

Alexandre Perin

Opinião e informação esportiva de qualidade - Fã de esportes, estatísticas, histórias emocionantes ou simplesmente divertidas - Missão do Almanaque Esportivo desde 2007

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow Us

Categorias

Arquivos