2688 quilômetros. Essa será a distância percorrida nos deslocamentos de ida e volta do Grêmio na primeira fase do Gauchão 2016. A distância é mil e quinhentos quilometros maior que a do Internacional nessa temporada, 1032 km. A média será de 384 km por viagem.

Distâncias percorridas pela Dupla no Gauchão - Arquivo Pessoal

Distâncias percorridas pela Dupla no Gauchão – Arquivo Pessoal

Mais uma vez a Federação Gaúcha de Futebol, em sua infinita incapacidade de organizar uma tabela de jogos racional, acabou prejudicando o time gaúcho participante da Libertadores da América. Em 2010, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016 o time gaúcho na principal competição do primeiro semestre, que já força muito em viagens compridas, foi justamente o que mais se deslocou.

Apenas em 2009 e 2011 houve, por pura e absoluta coincidência, um “descanso” para o time na Libertadores (e reparem que como o Grêmio também estava na Libertadores de 2011 acabou tendo as maiores viagens recentes em um estadual).  Isso porque a FGF utiliza um software que não considera rotas de menor custo, o que reduziriam as despesas de todos os envolvidos. Informações obtidas recentemente indicam que o software faz sorteio aleatório dos jogos, não levando em conta os jogos de cada time no ano anterior (para inverter o mando de campo)

Desde 2009 com este formato (que sofreu poucas alterações), o Gauchão acaba prejudicando Grêmio ou Internacional com maiores deslocamentos no Gauchão, sempre piorando para o time que está na Libertadores. Há também um desequilibrio em alguns anos em jogos na Região Metropolitana: o São José joga só sete vezes enquanto o Inter e o Cruzeiro dez.

Jogos na Região Metropolitana

Jogos na Região Metropolitana

Ao longo da história temos alguns anos com muita discrepância entre Grêmio e Inter neste mesmo critério:

Dupla Gre-Nal, Jogos na Região Metropoilitana - Arquivo Pessoal

Dupla Gre-Nal, Jogos na Região Metropoilitana – Arquivo Pessoal

Todos os erros já cometidos na montagem da tabela do Gauchão pela FGF podem ser condensados abaixo:

  • 2008 a 2011 – Inter joga seis vezes em Porto Alegre contra times de Santa Cruz do Sul consecutivamente. Às vezes mais de uma vez no mesmo ano (contra o Santa Cruz e Avenida). Enquanto isto, o Grêmio jogava fora de casa contra os mesmos times. Isto foi relatado DUAS VEZES aqui no Almanaque Esportivo, a última em 2010. Em 2013, para “compensar”, o Inter jogou três vezes em Santa Cruz e o Grêmio nenhuma.
  • 2008, 2009 e 2011 – Inter joga sempre contra o São José no Passo D’Areia, enquanto o Grêmio pegava o mesmo time no Olímpico. Detalhe: o Inter já tinha jogado com o Zequinha em 2006 e 2007 no Passo D’Areia.
  • 2009 a 2014 – FGF não consegue colocar a dupla Gre-Nal com número equilibrado de jogos em casa: às vezes um time joga 10 em POA e o outro 7.
  • 2010 a 2012 – Internacional enfrenta o Pelotas pela 3º vez consecutiva em Porto Alegre, enquanto o Grêmio joga sempre em Pelotas. .
  • 2009 a 2016 – Grêmio joga 5 vezes contra o Ypiranga em Erechim e só 1 em POA. Inter tem o mando invertido: 5 em POA e 1 em Erechim.
  • 2011 a 2016 – Internacional joga por seis anos seguidos contra o Lajeadense em Lajeado. Grêmio não jogou nenhuma!
  • 2010 a 2015 – Inter jogou com o Veranópolis fora de casa em 2010, 2011, 2013, 2014 e 2015. Grêmio apenas em 2012.

Abaixo um resumo de todas as matérias envolvendo problemas da FGF na montagem da tabela: