O Internacional anunciou na terça-feira oficialmente a contratação do atacante uruguaio Nico López. Os valores da compra são de 4 milhões de euros por 50% do passe, em torno de 14,3 milhões de reais, junto à Udinese-ITA. Nico, que estava no Nacional de Montevidéu, será apresentado ainda nessa quarta-feira no Beira-Rio.

Com os valores corrigidos pela inflação segundo o índice do IPC-A, do IBGE, Nico López fica na 12º colocação entre o centroavante gremista Guilherme e o volante chileno Aránguiz. Isso porque é incorreto comparar valores de 15, 20 anos atrás sem a devida correção monetária. Em valores absolutos, Nico seria a sexta contratação, atrás de Miller Bolaños, Giuliano, Oscar, Marcelo Moreno e Scocco.

Anúncio da contratação de Nico López - Site Oficial do Internacional

Anúncio da contratação de Nico López – Site Oficial do Internacional

A contratação mais cara de todos os tempos de um time gaúcho é do argentino Gabriel Amato, comprado em 2000 por 4 milhões de dólares, 7.2 milhões de reais a época e 25,2 milhões de reais em valores corrigidos. E foi um rotundo fracasso, saiu vendido um ano depois por metade do valor, nos anos nada gloriosos da parceria com a falida ISL. Marcelinho Paraíba e Leonardo Astrada são outros produtos dessa era, com resultados diversos.

Gabriel Amato é a contratação mais cara da história do RS

Gabriel Amato é a contratação mais cara da história do RS

Já o segundo jogador mais caro de todos os tempos foi de um sucesso impressionante: mesmo jogando seis meses, Marcelinho Paraíba virou ídolo instantâneo e melhor jogador na conquista da Copa do Brasil de 2001. Giuliano, ainda no Grêmio, e Beto (outro desastre) completam a lista do Top 5.

Maiores contratações da história do RS - Arquivo Pessoal

Maiores contratações da história do RS – Arquivo Pessoal

  • Dos 20 jogadores mais caros da história do futebol do Rio Grande do Sul, temos oito colorados e doze gremistas.
  • D’Alessandro (9º da lista), foi o jogador que ficou mais tempo no clube, 7,5 anos. Depois disso, Bolatti com 4 anos.
  • Marcelinho Paraíba (2º) foi o que ficou menos tempo.
  • O maior valor absoluto é por Bolaños (5º), mas é injusta a comparação pois desconsidera a inflação envolvida.
  • São 11 atacantes, 5 volantes, 8 meias na lista de 24 atletas registrados.
  • Marcelinho Paraíba (Copa do Brasil), Oscar (Recopa), D’Alessandro (Sul-Americana, Suruga, Libertadores e Recopa), Rodrigo Mendes (Copa do Brasil) são os únicos jogadores que ganharam títulos importantes.
  • Além destes, Aránguiz, Douglas e Souza (2013) são contratações consideradas de sucesso, atletas que foram bem em suas passagens.
  • Amato, Giuliano, Beto, Moreno, Astrada, Guilherme, Sérgio Manoel, Scocco e Souza (2013)  não ganharam título nenhum após suas milionárias contratações.
  • Amato, Beto, Astrada, Scocco, Rafael Moura e Bolatti são das piores contratações, pela expectativa e resultados em campo.
  • São Paulo, Santos, Flamengo e Fluminense são os times brasileiros envolvidos nas 20 compras.
  • Escócia, França, Equador, Ucrânia, Espanha, Argentina, Alemanha, Emirados Árabes, França, Portugal e Itália são os países envolvidos nas contratações internacionais.

LEIA TAMBÉM

Aránguiz é a 8º maior venda da história do RS (valores corrigidos). Confira lista completa

Miller Bolaños é o quinto jogador mais caro da história do futebol gaúcho: confira o Top 20