O fim do sonho do histórico heptacampeonato ocorreu da mesma maneira que a sequência começou, no já longínquo ano de 2011: nas disputas de pênaltis. Ao perder para o Novo Hamburgo ontem em Caxias do Sul, o Inter desperdiçou a chance de igualar ao heptacampeonato estadual consecutivo, algo que só ocorreu em 1968 (com o Grêmio) e em 1975 (com o próprio Colorado).  E isso com pifios 49% de aproveitamento no Gauchão, com apenas 6 vitórias em 17 jogos.

Novo Hamburgo comemora o título - Crédito: Adilson Germann/ECNH

Novo Hamburgo comemora o título – Crédito: Adilson Germann/ECNH

Com o auxílio do aplicativo “Ranking do Futebol“, do amigo Daniel Tibúrcio (disponível nas lojas iTunes e Play Store), consegui os dados das campanhas campeãs na sequência dessa década, mais a melhor campanha do século, que foi o invicto Inter de Tite em 2009. Aliás o aplicativo tem todos os dados dos estaduais e campeonatos nacionais ao longo da história do futebol brasileiro. Quem gosta de curiosidades e estatísticas, recomendo fortemente. 

Sobre os dados. 2009 é um marco na história dos Gauchões. O Inter foi o único campeão invicto do século e ainda terminou com assombrosos 90% de aproveitamento. Ganhou os 3 clássicos Gre-Nais do Estadual e fez absurdos 67 gols em 21 jogos, média bem superior a 3 gols por partida. Na sequência do hexacampeonato, a melhor campanha do Inter foi em 2014, com Abel Braga. Com apenas uma derrota (Veranópolis), o Colorado fez 87% de aproveitamento.

Depois disso, uma surpresa para mim, o Gauchão de 2012, quando fez 76% de aproveitamento em um ano muito contestado de Dorival Junior sobretudo pelo pífio rendimento nas finais contra o Caxias. O pior ano foi justamente o primeiro, quando Celso Roth e Paulo Roberto Falcão obtiveram apenas 61% de aproveitamento. Aliás, é o único ano que o Inter trocou de treinador durante o Estadual.

A campanha deste ano foi, disparado, a pior desta década. Nem mesmo no ano do penúltimo vice-campeonato, em 2010 contra o Grêmio, o desempenho foi tão ruim: 61%. O único ano no século com aproveitamento parecido foi em 2007, quando teve apenas 52% de aproveitamento.

  • 2009 – Campanha: 21J, 18E, 0D, 67GP, 14GC, 90%
  • 2011 – Campanha: 21J, 11V, 6E, 4D, 39GP, 23 GC, 61%
  • 2012 – Campanha: 21J, 15V, 3E, 3D, 47GP, 16 GC, 76%
  • 2013 – Campanha: 21J, 14V, 5E, 2D, 37GP, 11GC, 74%
  • 2014 – Campanha: 19J, 16V, 2E, 1D, 40GP, 12GC, 87%
  • 2015 – Campanha: 20J,12V, 7E, 1D, 29GP, 13GC, 71%
  • 2016 – Campanha: 18J, 11V, 6E, 1D, 32GP, 10GC, 72%
  • 2017 – Campanha: 17J, 6V, 7E, 4D, 21GP, 18GC, 49%